A eleição que renovará os dirigentes do Partido dos Trabalhadores em João Pessoa, acontece em meio a um clima de expectativa. O pleito ocorre sob a iminência de ser suspenso por conta de uma liminar impetrada por um ex-dirigente do partido conhecido por Gervasinho, no município de Sousa.
Apesar da incerteza, pleito transcorre normalmente e sem incidentes.

Conforme o tesoureiro da executiva municipal do PT em João Pessoa, Edvan Silva, a ação é só mais uma tentativa de golpe dos que querem atrapalhar o pleito. Segundo ele, tem partidários preocupados com a nova direção e que estão colocando outras forças políticas e que quem está por trás disso são “caciques grandes”. Ele não quis declinar os nomes dos acusados.

Na Paraíba, mais de 14 mil filiados estão aptos a irem às urnas neste domingo (10). Em João Pessoa, a espera é que os 4.426 compareçam, mas a expectativa é que pouco mais de três mil escolham os dirigentes. O pleito se encerra às 17 horas e apuração ocorrerá no prédio do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Município – Sintem.

Concorrem pela disputa do diretório estadual o deputado federal Luiz Couto; o vice-prefeito de Patos, Lenildo Moraes; e o professor da UFPB Charliton Machado. Ao diretório municipal apenas dois candidatos concorrem ao cargo de presidente: o superintendente da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) na Paraíba, Lucélio Cartaxo, e o integrante do movimento de lutas por moradias Antônio Júnior.

A eleção que renovará os dirigentes do PT na Paraíba terá reflexos em 2014. As correntes políticas que disputam o controle do partido, tem opiniões diferentes e podem ser decisivas no pleito que se avizinha. O deputado Luiz Couto por exemplo, é a favor de uma aproximação com o governador Ricardo Coutinho mesmo o PSB fazendo oposição ao PT em nível nacional. Já outra corrente, defende que o partido faça parte do "blocão"  e lance candidatura própria. Uma ala petista é a favor da aliança com o PMDB. 

PBAgora com foto paraibaonline

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Vereador defende diálogo no PSB-PB e elogia as lideranças de RC e João Azevêdo

A polêmica envolvendo a dissolução do diretório estadual do PSB paraibano, adotada pelo presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, continua a movimentar os bastidores da política paraibana, enquanto há os…

Após foto com Julian Lemos, Helton Renê é removido de grupo do PCdoB

Apesar de ainda estar filiado aos quadros do PCdoB da Paraíba, o vereador licenciado e atual secretário do Procon de João Pessoa, Helton Renê, foi surpreendido, ontem, domingo (19), com…