O novo pleito da cidade de Cabedelo que deve acontecer por conta da renúncia do prefeito afastado Leto Viana, já tem data marcada. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidiu que as eleições extraordinárias serão realizadas no dia 9 de dezembro. Leto foi preso durante ações da Operação Xeque-Mate, que apontou a existência de uma organização criminosa à frente da máquina pública de Cabedelo.

O gestor que for eleito comandará a cidade até 2020.

Até então três nomes já oficializaram a disputa pela Prefeitura: o prefeito interino Vitor Hugo (PRP), o atual vereador Janderson Brito (PSDB) e o presidente do PSOL na cidade, Marcos Patrício, agora mais um nome surge como opção para a população, trata-se do vereador José Eudes (PTB) que engrossa a lista dos pré-candidatos.

"Estou lançando o meu nome como pré-candidato a prefeito e espero que o povo compreenda nesse momento quem realmente quer o bem da cidade e quem quer continuar com a quadrilha" disparou.

O presidente do PSB na cidade, Sales Dantas também declarou que o partido participará ativamente das eleições no município, mas alegou que as bases serão consultadas primeiro para que se chegue a conclusão de qual nome indicarão. Ele também informou que caso seja a decisão da sigla, o seu nome também está a disposição para disputar o pleito.

PB Agora

 

 

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Hospital da FAP comemora investimentos conquistados através de Veneziano

A direção do Hospital da Fundação Assistencial da Paraíba (FAP) veio a público agradecer ao senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) pela conquista de mais dois novos equipamentos, frutos de…

Aliados discordam de Cartaxo sobre critérios para escolha de candidato

Ao destacar que João Pessoa não pode voltar ao retrocesso e afirmar que o Partido Verde terá candidatura própria à prefeitura de João Pessoa neste ano, o prefeito da capital…