A criação de 34.253 vagas formais de trabalho no mês de maio reforça a necessidade de o Congresso Nacional continuar discutindo medidas econômicas que possam gerar emprego e oportunidades de trabalho, avalia o líder Efraim Filho (DEM-PB). “O desemprego é o mal que aflige 14 milhões de pessoas, famílias inteiras, e propostas para a retomada devem ser bandeira de todos. A agenda da obstrução não interessa a ninguém”, diz.

O resultado do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) é referente ao mês de maio, o segundo consecutivo de saldo positivo para o emprego formal. Para o Nordeste, o saldo foi positivo em 372 vagas. “Ainda não estamos falando de queda na taxa de desemprego, mas parece haver uma tendência de estabilização ou mesmo melhora no mercado de trabalho”, completa.

Considerando que é preciso, na visão do líder do Democratas, “abandonar a pauta da obstrução e pensar no Brasil”, ele lamentou que a Câmara não tenha votado, na noite de ontem, o Projeto de Lei (PL) 1530/2015, de sua autoria, que aumenta as penas para o crime de contrabando. “Hoje a punição é muito leve e o contrabando é visto como um crime inofensivo”, argumentou Efraim. “No entanto, ele gera prejuízos muito grandes à nossa economia”, acrescentou.

 



Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Quem está doente quer contar com todas as possibilidades de cura”, diz líder Efraim sobre lei que agiliza importação de EPI’s

Favorável à proposta que agiliza a importação e distribuição de medicamentos e equipamentos contra a Covid-19 já liberados para uso em outros países, a bancada do Democratas na Câmara comenta…

João diz que não está preocupado com eleições: “Prioridade é salvar vidas”

O governador João Azevêdo disse, agora há pouco, antecedendo a Live que fará às 18h00 deste domingo em seus canais nas redes sociais, quando irá detalhar os novos decretos e…