A Paraíba o tempo todo  |

Efraim rebate, nesta terça, denúncias da Veja

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O senador Efraim Moraes (DEM-PB/foto) deve fazer um discurso amanhã (19) para explicar aos senadores denúncia de que contratou funcionários com dinheiro do Congresso para fazer campanha para ele no seu estado, a Paraíba.

Segundo a denúncia ele contratou 52 pessoas como assessores do Senado que, na verdade trabalhavam no estado. Essas contratações fantasmas foram feitas enquanto Moraes foi primeiro secretário do Senado, função responsável pela administração da Casa.

Entre os contratados estão prefeitos, ex-prefeitos e até ex-presidiários no interior da Paraíba. Efraim Moraes afirma que não contrariou o regimento da Casa ao fazer as contratações. Os funcionários deveriam trabalhar para o Senado e não para o senador, porque foram empregados na estrutura administrativa do Senado.
 

 

 

da Redação

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe