Por pbagora.com.br

O deputado federal paraibano Efraim Filho (Democratas) confirmou em entrevista que foram liberados recursos de emenda parlamentar n° 24490012  de sua autoria, destinando 250 mil reais para o  Hospital da FAP, em Campina Grande.

O parlamentar informou  que o pagamento deste convênio foi destinado à aquisição de Equipamentos de Atenção Especializada em Saúde: um Endoscópio Flexível, dois Focos Cirúrgicos de Teto, um Monitor Multiparâmetros para Centro Cirúrgico e uma Secadora de Traqueias.

“A minha cobrança ao ministério é no sentido de atender o mais rápido possível as demandas relacionadas à saúde da população. Ver uma pessoa em filas de atendimento é muito triste e por esse motivo destino todo ano recurso das minhas emendas para atender este segmento, tanto no Hospital da FAP em Campina Grande como  para o Hospital Napoleão Laureano em João Pessoa”. Afirmou Efraim.

 Filho lembrou ainda que vem solicitando a relocação do Hospital Universitário Alcides Carneiro também em Campina Grande para uma área que proporcione ampliação e mais conforto e para os pacientes atendidos por aquela unidade hospitalar.

O deputado concluiu fazendo questão de mencionar ter sido o deputado federal paraibano que mais destinou recursos por intermédio de emenda parlamentar para a saúde do Estado da Paraíba ao alocar 20 milhões de reais para construção do novo hospital metropolitano de Santa Rita e que a ampliação e a qualidade dos serviços de saúde é a sua principal preocupação.

 

Redação

 

Notícias relacionadas

Pandemia: Bruno Cunha Lima se dispõe para falar em CPI em favor de Bolsonaro

O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD), em entrevista ao programa ‘Arapuan Verdade, da Rádio Arapuan FM, defendeu que governos estaduais e municipais sejam chamados a depor na…

Detran-PB amplia atendimento para candidatos à CNH

A partir de segunda-feira (17), o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB) vai estender o horário de atendimento para o setor de Habilitação, exclusivamente na sede de Mangabeira. A decisão foi…