Mesmo após declarações do governador Maranhão de que o convite ao deputado Guilherme Almeida (PSB) para assumir a Secretaria de Interiorização do Governo continua aberto, o vice-presidente da estadual do PSB, Edvaldo Rosas ignora as declarações e aposta no recuo do governador.

Edvaldo Rosas disse o governador vai respeitar a decisão do partido e não irá nomear Guilherme Almeida como secretário. “No meu entendimento, Maranhão vai reconsiderar seu convite e acatar a decisão do partido”, afirma.

As declarações de Maranhão foram dadas em entrevista coletiva à imprensa na Granja Santana, na noite de ontem (26), onde disse também que o “campinismo é muito forte” ao comentar sobre as declarações do prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rego (PMDB), que defendeu Guilherme Almeida.
 

 

Milena Feitosa

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Em Teresina, João assegura expansão do app ‘Preço da Hora’ para todo o NE

O aplicativo ‘Preço da Hora’, implantado recentemente na Paraíba, será expandido para todos os Estados do Nordeste. A garantia foi dada ao governador João Azevêdo pelos demais gestores da região,…

RC concede entrevista coletiva nesta sexta, em Monteiro, para conclamar forças pela Transposição

O ex-governador e presidente da Fundação João Mangabeira, Ricardo Coutinho (PSB) concede entrevista coletiva nesta sexta-feira (23), às 15h, em Monteiro, sobre a mobilização do Ato SOS Transposição, que acontece…