Mesmo após declarações do governador Maranhão de que o convite ao deputado Guilherme Almeida (PSB) para assumir a Secretaria de Interiorização do Governo continua aberto, o vice-presidente da estadual do PSB, Edvaldo Rosas ignora as declarações e aposta no recuo do governador.

Edvaldo Rosas disse o governador vai respeitar a decisão do partido e não irá nomear Guilherme Almeida como secretário. “No meu entendimento, Maranhão vai reconsiderar seu convite e acatar a decisão do partido”, afirma.

As declarações de Maranhão foram dadas em entrevista coletiva à imprensa na Granja Santana, na noite de ontem (26), onde disse também que o “campinismo é muito forte” ao comentar sobre as declarações do prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rego (PMDB), que defendeu Guilherme Almeida.
 

 

Milena Feitosa

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Com presença da polícia vereadores de Conde instalam CPI do Lixo

Na manhã desta segunda-feira (17), a Câmara Municipal de Conde, no Litoral Sul paraibano realizou sessão extraordinária para votar a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar supostas…

Ruy Carneiro chama atenção para a questão das UPAs na Paraíba

O deputado federal Ruy Carneiro veio a público, nesta segunda-feira (17), cobrar do Governo do Estado uma posição sobre a saúde da Paraíba. A situação nas UPAS de Princesa Isabel…