Mesmo após declarações do governador Maranhão de que o convite ao deputado Guilherme Almeida (PSB) para assumir a Secretaria de Interiorização do Governo continua aberto, o vice-presidente da estadual do PSB, Edvaldo Rosas ignora as declarações e aposta no recuo do governador.

Edvaldo Rosas disse o governador vai respeitar a decisão do partido e não irá nomear Guilherme Almeida como secretário. “No meu entendimento, Maranhão vai reconsiderar seu convite e acatar a decisão do partido”, afirma.

As declarações de Maranhão foram dadas em entrevista coletiva à imprensa na Granja Santana, na noite de ontem (26), onde disse também que o “campinismo é muito forte” ao comentar sobre as declarações do prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rego (PMDB), que defendeu Guilherme Almeida.
 

 

Milena Feitosa

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Galdino defende unificação das eleições e uso do fundo partidário no combate a Covid-19

Focado em concentrar forças em ações de enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19), o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino, defendeu o adiamento das eleições municipais para o ano…

Cabo Gilberto bate de frente com orientação de isolamento e cobra reabertura do comércio

Deputado Cabo Gilberto cobra retorno gradativo do comércio em Mangabeira: “Mudem essas ações” Na contramão das recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do próprio Ministério da Saúde, o…