Por pbagora.com.br

Lucélio Cartaxo (PV), candidato ao Governo do Estado pela coligação Força da Esperança, esteve na noite desse domingo (23) na cidade de Sousa. Lá Lucélio falou da alegria de discursar para seus conterrâneos e disse que o Sertão merece um filho seu na administração do Estado.

"O Sertão terá representatividade, com um governo que vai saber dar a atenção que a região merece. Vamos regionalizar a administração, trazendo novos serviços, gerando emprego e renda e melhorando serviços essenciais como a saúde, com o Hospital de Trauma do Sertão”, disse Lucélio. 

Na ocasião, Lucélio defendeu investimentos na segurança pública, fazendo concurso público para diminuir o déficit nas polícias civil e militar, além de melhorar a infraestrutura das delegacias existentes. “Temos candidatos que já passaram uma década no governo e não deram respostas convincentes. Outros, prometeram uma solução em 6 meses, mas chegam a 8 anos sem uma ação efetiva”, comentou. 

Uma das lideranças que recebeu Lucélio Cartaxo na noite de domingo foi André Gadelha, ex-prefeito de Sousa, que falou da importância de ter Lucélio na gestão estadual. "O Sertão precisa voltar a ter um filho seu no Governo da Paraíba. Ganhará Sousa, ganhará o Sertão e ganhará a Paraíba. Lucélio é humilde, competente e já demonstrou que vai fazer uma gestão que enxergue o Sertão e seus potenciais, investindo e nos dando oportunidades de crescimento", disse.

Também participaram do evento o candidato a deputado estadual, Renato Gadelha (PSC), e o candidato a deputado federal, Leonardo Gadelha (PSC), além de prefeitos de vice-prefeitos de diversas cidades da região.

PB Agora

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Veja agenda dos candidatos a prefeito de João Pessoa nesta quinta-feira

A quatro dias das eleições, os dois candidatos que disputam a Prefeitura de João Pessoa, intensificam as atividades de campanha buscando os votos dos indecisos. Entrevistas, debate, reuniões e encontros,…

Opinião: a pergunta suicida de Nilvan a Cícero. Quem terá sido o autor da infeliz ideia?

A coisa soou tão absurdamente negativa para Nilvan que não seria demais perguntar se foi ingenuidade ou má fé. Ingenuidade se partiu do candidato; má fé se o orientaram a…