Em consequência do desdobramento da Operação Calvário, em sua sétima fase ocorrida nessa terça-feira, dia 17, o Diário Oficial do Estado (DOE), trouxe as exonerações de dois dos alvos das investigações de ontem: o Secretario Chefe do Governo, Edvaldo Rosas e a Secretaria de Estado do Desenvolvimento e da Articulação Municipal, Cláudia Veras.

Cláudia Veras que foi presa na VII Fase da Operação Calvário – Juízo Final, foi secretária de Saúde no governo de Ricardo Coutinho.

A nomeação de Rosas no governo de João Azevêdo foi um dos motivos que fez com que a crise do PSB culminasse com o rompimento entre o atual governador e Ricardo Coutinho. De acordo com as investigações do Gaeco e do Ministério Público da Paraíba, o ex-presidente do PSB paraibano, seria responsável pela interação com prefeitos e outros agentes políticos juntamente com Ivan Burity e Gilberto Carneiro.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidente do TRE/PB trata como improvável adiamento de eleição

O desembargador José Ricardo Porto, presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), declarou nesta quarta-feira (1º) em entrevista à Rádio Arapuan FM, que ao seu ver, há um prazo…

Em novo pronunciamento, Bolsonaro volta a pedir fim do isolamento

O presidente Jair Bolsonaro fez na noite desta terça-feira (31) pronunciamento em rede nacional de rádio e TV no qual afirmou que a pandemia provocada pelo novo coronavírus (covid-19) é…