Por pbagora.com.br

Documentos em poder da CPI do Grampos mostram que o ex-diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) Paulo Lacerda teve vários encontros com o delegado Protógenes Queiroz, que chefiou a Operação Satiagraha.

Em depoimentos na CPI e na Corregedoria da Polícia Federal, Lacerda havia dito que tinha conhecimento superficial da operação e que só se encontrou uma vez com Protógenes. O registro de entrada e saída na Abin desmente essas afirmações.

Num outro documento, um agente da Abin afirmou, em depoimento à Polícia Federal, que houve envolvimento direto de Lacerda elaboração do relatório sobre as investigações policiais.

Paulo Lacerda ocupa atualmente o posto de adido policial na embaixada brasileira em Portugal, Ele foi nomeado para o cargo pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva após a cúpula da Abin ter sido exonerada por suspeitas de envolvimento de agentes do órgão com escutas ilegais.

O delegado Protógenes Queiroz voltou a ter seu nome em evidência depois de a revista “Veja” publicar reportagem em que afirma que ele havia montado uma rede de clandestina de espionagem para monitorar autoridades. O delegado nega e diz que a reportagem “é mentirosa”

O escândalo provocou o prolongamento da CPI dos Grampos por mais 60 dias. A CPI deveria ser encerrada no próximo dia 15. Na última quinta-feira (5) a CPI aprovou a convocação de Protógenes, Lacerda e agentes da Abin para depor.

Na semana passada, o relator da CPI, Nelson Pellegrino (PT-BA), havia concluído relatório em que descartava pedidos de indiciamento de Protógenes, do banqueiro Daniel Dantas e dos ex-integrantes da cúpula da Abin.

 

G1

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Eleições 2020: PMCG tem pelo menos dez pré-candidaturas no páreo

A menos de três meses das eleições, a disputa pela prefeitura de Campina Grande já conta com pelo menos dez pré-candidaturas à sucessão municipal, mas nem todas  deverão se viabilizar…

Efraim Filho anuncia R$ 6,7 milhões para hospitais universitários

De acordo com o deputado Efraim Filho (DEM/PB) o Ministério da Saúde destinou mais de R$ 6,7 milhões para Hospitais Universitários da Paraíba por meio da Portaria GM/MS 1.984/2020. “O…