Por pbagora.com.br

 O PB Agora teve acesso, com exclusividade ,na secção do Judiciário do TRE da Paraíba da ata original e verdadeira da reunião da Executiva Estadual do PSB, realizada no dia 26 de novembro de 2008.

O documento em poder do Tribunal coloca em xeque as afirmações dada pelo  vice-presidente Edvaldo Rosas e toda a Executiva Estadual do PSB, que vem afirmando durante toda semana tratar-se de uma decisão partidária a não participação no governo estadual, caso José Maranhão viesse a assumir o Governo.

Na reunião do dia de 26, foram debatidos exclusivamente os seguintes pontos: o Crescimento do partido no Estado, as eleições de outubro de 2008 e a conjuntura estadual. A Ata original em poder do TRE a que o PB Agora teve acesso, na tarde desta segunda-feira, destaca os pontos de debate daquela noite:

“Após amplo debate, decidiu-se pela aprovação das comissões provisórias das cidades de Mãe D’água, Pedra Branca, São João do Rio do Peixe e Patos. E decidiu também pela criação de uma comissão para avaliar os demais casos, comissão esta composta pelos seguintes membros: Deputado Leonardo Gadelha, Edvaldo Rosas, Chico Lopes, Fábio Maia e Edir Mendonça, sendo estes dois itens unanimamente aprovados [Grifo Nosso]”.

A ata é encerrada e assinada por Edvaldo Rosas e Edir Mendonça é bem diferente da Ata apresentada à imprensa pelo PSB, onde só consta a assinatura de Edvaldo Rosas.

Na ata apresentada à imprensa, a Executiva Estadual do PSB assegura que foi adotada como resolução partidária a decisão em relação ao Governo do Estado. No documento, é acrescentado um parágrafo inteiro onde supostamente havia sido tratado o tema “Participação no Governo Maranhão”. Comparado ao documento original do TRE, foi implantado o seguinte parágrafo para finalizar o documento:

“Ainda nessa reunião, foi discutido que se caso houvesse uma posição do TSE acerca do julgamento do pedido de cassação do atual governador Cássio e essa fosse mantida por aquele tribunal, que o PSB, através de seu presidente, em conjunto com essa executiva estadual iria analisar a proposta para disponibilizar alguns de seus quadros para gestão do governo Maranhão, ficando, entretanto, decidido que os parlamentares do PSB não participariam do governo, haja vista a necessidade de construção do partido. Nada havendo a tratar, o presidente dos trabalhos mandou encerrar a presente ata que vai por ele assinada e por mim, Edir Mendonça, que secretarie a sessão.”

A reportagem do PB Agora entrou em contato com o membro da executiva do PSB, Ednaldo Alves da Costa, que confirmou como sendo verdadeira, a Ata publicada pelo portal WSCOM.

O deputado Guilherme Almeida assegurou, durante toda semana ,que participou da reunião do dia 26 de novembro, mas que jamais foi debatido, nem foi incluído em pauta a não participação de parlamentares do PSB no governo Maranhão III.
 

DOCUMENTO APRESENTADO A IMPRENSA COMO ATA DA REUNIÃO DO DIA 26 DE NOVEMBRO COM ASSINATURA DE EDVALDO ROSAS.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CONTEÚDO DA ATA ORIGINAL QUE ENCONTRA-SE NA SECÇÃO DO JUDICIÁRIO DO TRE-PB, ASSINADO POR EDVALDO ROSAS E EDIR MEDONÇA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PARTE IMPLANTADA NO DOCUMENTO QUE DIVERGE DO ORIGINAL EM PODER DO TRE

  

 

 

 

 

 

 

 

Clilson Júnior

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Jackson participa de live onde oficializa apoio do PT da PB a candidatura de RC

Apesar de já ter demonstrado que seguirá a determinação da executiva nacional do PT no tocante ao imbróglio que envolve as eleições municipais em João Pessoa e apoiará o ex-governador…

Quatro bairros de João Pessoa ficam sem água nesta quinta-feira

A limpeza de um reservatório no bairro de Tambaú vai levar a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) a interromper o abastecimento de água nesta quinta-feira (1), das…