A falta de diálogo dentro do Cidadania em Cabedelo separou os agentes políticos da legenda na disputa eleitoral de 2020.  A informação foi confirmada nesta segunda-feira (22) pelo  presidente estadual do Cidadania, Ronaldo Guerra, que também é o atual chefe de gabinete do governador João Azevêdo (Cidadania).

O desentendimento político surgiu após o prefeito Vitor Hugo, do DEM, anunciar o nome do empresário Messinho Lucena – filho do ex-senador Cícero Lucena – como candidato a vice-prefeito na chapa governista na cidade portuária. Guerra avisou que não houve diálogo e que o Cidadania deverá lançar uma nova alternativa na cidade.

Segundo Guerra, havia um acordo pré-estabelecido com Vitor Hugo que Murilo Galdino (Cidadania) figuraria como vice, em sua chapa, em uma dobradinha. No entanto, o acordo foi desfeito sem que houvesse nenhuma conversa.

“Ocorre que de uma hora para outra, nós não fomos informados de nada, surgiram as notícias de que o prefeito tinha escolhido outra pessoa, o filho do ex-senador Cícero. De forma que não temos nada contra a indicação, o que ocorre foi a falta de atenção do prefeito para com o partido, sendo assim nós decidimos liberá-los para seguir outro caminho a fim de formar uma frente ampla em torno do nosso candidato, e faremos isso sem sombra de dúvidas”, avisou o dirigente.

Em entrevista, Messinho disse que a escolha de seu nome se baseia em um projeto e não em vaidades.

Entenda

Em uma live, na semana passada o prefeito de Cabedelo, Vitor Hugo, que é pré-candidato à reeleição anunciou o nome do empresário Messinho Lucena (Republicanos), como seu vice na chapa.

“Essa decisão de antecipar o nome do vice foi em função de tudo que está acontecendo na cidade, em virtude da pandemia. Estamos focados na eficiência no combate à pandemia e na recuperação financeira do município”, disse o gestor.

Mersinho Lucena já ocupou o cargo de Secretário de Esporte e, atualmente, estava à frente da Secretaria de Ação Governamental e Articulação Política na Prefeitura de Cabedelo.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ministério Público investiga possível propaganda eleitoral antecipada, em Pombal

O Ministério Público Eleitoral (MPE) na Paraíba instaurou uma Notícia de Fato Eleitoral para investigar os fatos de propaganda eleitoral antecipada e de conduta vedada de distribuição de bens por…

Em Campina, vereador utiliza Redes Sociais para promover empreendedores locais

Em meio à pandemia do coronavírus o fantasma da falência tem tirado o sono de muitos pequenos empreendedores. Foi justamente preocupado com esse drama que o vereador Olimpio Oliveira, da…