Apesar de enquete apontar Vené como novo líder, dirigente do PMDB diz que não libera vaga

Com mandato até dezembro de 2011, presidente do PMDB diz que Veneziano não pode assumir presidência do partido e admite que só deixa cargo se Maranhão ordenar

O presidente do diretório estadual do PMDB, Antônio de Sousa, bateu na mesa nesta quarta-feira para acabar com as especulações em torno da possibilidade de mudança na direção da legenda.

Ele declarou que o atual diretório do PMDB formalmente constituído tem mandato válido até dezembro de 2011, quando deverão ser realizada nova convenção, e que somente deixaria o cargo de presidente do partido caso o governador José Maranhão orientasse.

“Só aceitei assumir como executivo a presidência do PMDB a pedido do governador Maranhão e ele sabe que o meu cargo está à disposição dele”, declarou Antônio Sousa. Ele afastou ainda a possibilidade do prefeito Veneziano Vital do Rego vir a assumir a presidência do PMDB, conforme defendem alguns dissidentes do partido.

Segundo Antônio de Sousa, o Estatuto do PMDB proíbe que partidários com cargo no Executivo, seja de prefeito, governador ou ministro de Estado, ocupem a presidência da legenda.

O atual presidente do PMDB paraibano declarou que não há sinalização nem necessidade de alteração da direção do partido na Paraíba. Segundo ele, o partido não tem problemas administrativos ou financeiros, estando constituído com diretórios municipais nos 223 municípios da Paraíba.

Por enquanto, está formada a barreira para as novas lideranças do PMDB tomarem as rédeas do partido das mãos de Maranhão a partir de janeiro de 2011.
 

Apesar do posicionamento do dirigente, em enquete recente publicada no portal PB Agora, o prefeito Veneziano foi escolhido isoladamente para assumir as oposições na Paraíba. Na enquete, o cabeludo desbancou o deputado federal Manoel Júnior (PMDB) e Cícero Lucena (PSDB).

 

Leia também:

Enquete: Veneziano desbanca Manoel Júnior e Cícero Lucena e é eleito para assumir a liderança das oposições na Paraíba; entenda como!
 

Redação, com Blog do Luís Torres

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Vice-prefeito de CG volta a tecer críticas contra Ricardo Coutinho

O vice-prefeito de Campina Grande, Enivaldo Ribeiro (Progressistas), teceu comentários desfavoráveis ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), Em entrevista a uma emissora de rádio de João Pessoa, ele disse que…

Prefeito interino de Patos revela tentativa de boicote por parte de vereadores

A sintonia que deveria existir entre executivo e legislativo municipal na cidade de Patos continua sendo apenas sonhos. Nesta quarta-feira (18), durante entrevista, o novo prefeito interino da cidade, Ivanes…