O ex-ministro José Dirceu afirmou neste domingo, durante um ato com petistas em Canoas (RS), que temia ser preso pelo delegado federal Protógenes Queiroz na Operação Satiagraha, por isso teria passado mais tempo no Exterior no ano passado. A informação é do jornal Zero Hora. A Operação Satiagraha prendeu por duas vezes o banqueiro Daniel Dantas, do Grupo Opportunity.

Dirceu teria sido um dos alvos de espionagem supostamente realizada pelo delegado Protógenes Queiroz, conforme reportagem da última edição da revista Veja. Conforme a revista, o delegado usou métodos ilegais para investigar autoridades do Executivo, Legislativo e Judiciário, além de pessoas do círculo pessoal do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A lista de investigados incluiria a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, e o filho do presidente Fábio Luiz da Silva.

“Eu sabia que Protógenes Queiroz tinha como objetivo principal me prender para apresentar isso como grande troféu”, disse Dirceu ao jornal. “Protógenes falava a quem quisesse ouvir que queria me prender. Comecei a andar acompanhado, a colocar segurança na minha casa”, afirmou.

As suspeitas de que Dirceu e os senadores do DEM Heráclito Fortes (PI) e ACM Júnior (BA) teriam atuado como lobistas de Dantas também fazem parte das denúncias publicadas pela revista.

O ex-ministro disse que houve quatro tentativas de envolver seu nome em inquéritos, um deles o da Satiagraha. Ele disse ainda que ficou intrigado quando houve o arrombamento de seu escritório e o furto de computador e documentos em outra invasão, desta vez na sua residência.

 

terra

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: as eleições de 2020 serão marcadas pela polarização, pondo o povo como vítima de uma ‘guerra’ que não é dele

As eleições de 2020 na Paraíba terão sabor e cheiro de polarização política. Uma postura maléfica para o estado e, claro, a todos os eleitores interessados em boas propostas relativas…

COBIÇADO: mais de 20 partidos já teriam procurado João buscando sua filiação

Se mesmo quando ainda estava no PSB, em meio a crise pela qual passa a legenda na Paraíba, o governador João Azevêdo já havia recebido inúmeros convites para ingressar em…