Por pbagora.com.br

Diferentemente da decisão do PT, que deverá não seguir apoiando o governador João Azevêdo, os outros partidos do denominado “campo democrático” que tem visão mais de esquerda, não pretendem abandonar o apoio à gestão agora que João Azevêdo anunciou sua ida para o Cidadania.

De acordo com o diretório estadual da Rede, o partido vai se reunir ainda nesta semana e deve colocar a discussão em pauta, mas não deve mudar o comportamento diante do cenário atual.

“A gente tem um alinhamento muito grande com o Cidadania. Nós não vemos como impedimento que a gente possa construir algo positivo pela Paraíba. O governador vai unir forças para continuar o processo” disse o presidente da Rede na Paraíba, Gerson Vasconcelos.

Da mesma forma, a presidente do PMN Lídia Moura disse que não há alteração por conta da mudança de partido de João.

“Se servia para uma eleição lá atrás, proporcional e majoritária, não há o que se debater uma nova formação. É um partido que corrobora com as pautas que defendemos”, disse.

Gregória Benário, presidente do PCdoB, também acredita que a sigla manterá alinhada com Azevêdo.

” Vamos ver como o governador vai se comportar no novo partido. Espera-se que ele vá fazer oposição a Bolsonaro. Então, a preço de hoje não há nenhuma alteração”, concluiu.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Confiantes: na busca pela vitória, Cícero e Nilvan apostam no trabalho da militância e no termômetro das ruas

Há dois dias da última etapa das Eleições 2020 em João Pessoa, os candidatos Cícero Lucena (PP) e Nilvan Ferreira (MDB) avaliam como positiva a campanha que realizaram e confiam…

Opinião: como Bolsonaro, Nilvan perde discurso e não tem o “Bolsa Covid” beneficiando-o nas pesquisas eleitorais

O “Triste fim de Policarpo Quaresma”, que foi ao público em (1915), é considerada a obra-prima do escritor Lima Barreto. Em linhas gerais, o romance traça o destino tragicômico de…