Passado o resultado das urnas no Brasil, para as eleições presidenciais que tiveram como candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT), que terminou por eleger este primeiro. Um dado chama a atenção é que em Campina Grande e João Pessoa, onde a diferença pró Bolsonaro era no primeiro turno de algo em torno de mais de 20 pontos, essa caiu. Veja os resultados.

 

No primeiro turno Bolsonaro obteve em Campina 50,61% das intenções de voto, enquanto Haddad 20,63%. No segundo turno ficou: 56,30% para Bolsonaro contra 43,70% para Haddad. Em João Pessoa no primeiro turno Bolsonaro obteve 49,87% dos votos contra 24,30% de Haddad. No segundo ficou: 54,80% para Bolsonaro contra 45,20% para Haddad. Ou seja, em Campina Haddad cresceu do primeiro para o segundo turno 23,07%. Em João Pessoa Haddad cresceu do primeiro para o segundo turno 20,9%. 

 

Vendo algumas das maiores cidades da Paraíba, o crescimento de Haddad em Campina Grande do primeiro para o segundo turno foi maior do que o mesmo em João Pessoa (20,9%), Sousa (21,77), Santa Rita (15,46%), Guarabira (18,09%), Bayeux (15,92%), dentre outras.

 

No Nordeste houve um crescimento exponencial do petista e na Paraíba em particular o trabalho dos aliados do governador Ricardo Coutinho (PSB), como o governador eleito João Azevedo (PSB) e do senador eleito Veneziano Vital do Rêgo (PSB), juntamente com a cúpula petista ampliou em quase 20% a votação do petista no estado.

 

 

Redação

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Galdino alega desconhecer novo pedido de impeachment na ALPB

Em entrevista nesta terça-feira (18), o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), deputado Adriano Galdino (PSB) disse desconhecer a existência de um suposto  novo pedido de impeachment contra o…

Mendes determina que investigados na Calvário tenham acesso às delações

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF, Gilmar Mendes, julgou procedente o pedido feito pela defesa do ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho, que solicitou acesso às provas obtidas pelo Gaeco,…