DESINTERESSE: passados menos de 60 dias das eleições, mais de um quinto dos eleitores já não lembra mais em qual deputado votou, diz pesquisa

Pesquisa divulgada nesta segunda-feira (29) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aponta que mais de um quinto dos eleitores brasileiros já não se lembra em quais deputados votaram nas últimas eleições. Foram feitas 2.000 entrevistas entre 3 e 7 de novembro, ou seja, um mês depois da realização do primeiro turno das eleições.

O esquecimento dos entrevistados foi maior em relação aos cargos de deputado estadual, no qual 23% dos eleitores não lembraram o candidato escolhido na hora do voto. Na sequência, aparecem o cargo de deputado federal (21,7% de eleitores “esquecidos”) e senador (20,6%). A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos, segundo o TSE.

As entrevistas foram feitas em 136 municípios de 24 Estados. Os entrevistados tinham entre 16 e 70 anos, com variação de escolaridade entre a 4ª série do ensino fundamental e o ensino superior completo. Cerca de um terço dos entrevistados (32%) declarou ter o ensino médio completo.

Meios de informação

Questionados especificamente sobre a fonte de informação utilizada para se decidir o voto para presidente ou governador no segundo turno, 44,2% dos entrevistados afirmaram que já estavam decididos e não foram influenciados pela mídia. Outros 18,8% disseram que debates entre os candidatos na televisão e no rádio contribuíram para a decisão. Em terceiro lugar apareceram os programas de candidatos na TV, com 15,5%.

Segundo o TSE, a pesquisa também perguntou aos entrevistados qual o principal meio de comunicação utilizado para se informar sobre política e eleições. O resultado mostrou que 56,6% se informam principalmente pela televisão, 18,4% por meio de conversa com amigos e parentes, 9,9% via internet –a frente de jornais e revistas.

Do total de entrevistados, 79% responderam que assistem com frequência a TV Globo. Em seguida aparece a TV Record, com 60,4%; o SBT, com 37,8%, e a TV Bandeirantes, com 25,6%.

 

Redação com Uol

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Julian Lemos revela que filhos de Bolsonaro podem inviabilizar o governo

Na entrevista à Jovem Pan, na noite desta segunda-feira, o deputado federal e presidente estadual do PSL-PB Julian Lemos disse que a guerra no PSL é um grande problema para…

Eduardo Carneiro defende PL que torna carne de sol de Picuí patrimônio imaterial

O deputado estadual Eduardo Carneiro (PRTB) vai recorrer da decisão da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) que considerou o projeto de Lei…