A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

Deputado paraibano quer proibir venda de chips da Oi

A empresa de telefonia móvel Oi pode ser proibida de comercializar novos chips até estruturar e ampliar o sistema na Paraíba. A informação é do deputado Janduhy Carneiro, autor de sessão especial que debaterá nesta quarta-feira 28 na Assembléia Legislativa as panes sucessivas registradas nas operações da Oi no Estado.
 

 

Carneiro avisou que acionará o Ministério Público para que seja impetrada ação civil pública para obrigar a empresa de telefonia a expandir a cobertura, atendendo a demanda local.

 

O parlamentar aponta a Oi como recordista em reclamações nos órgãos de proteção do consumidor em função dos problemas técnicos apresentado nas operações telefônicas.

 

“A empresa conquistou os consumidores paraibanos, alcançou o topo de vendas, mas não se preocupou em adequar seu sistema de cobertura para atender a demanda”, explicou Janduhy Carneiro.

 

Ele defende a suspensão das vendas dos chips da empresa até que a qualidade do atendimento seja restabelecida.

 

“As panes estão cada dia mais constantes, prejudicando os consumidores, que ainda convivem com equívocos como linhas congestionadas, ligações não efetivadas e toda uma sorte de informações desencontradas”, disse o deputado, que desafiou:

 

“Quem nunca ouviu mensagem automática dizendo que seu próprio telefone é inexistente? – são esses problemas que queremos ver equacionados antes da Oi pensar em ampliar sua carta de clientes”.

 

A sessão especial está programada para às 15 horas no plenário da AL.

 

 

Assessoria de Imprensa

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe