Por pbagora.com.br

Os esforços do presidente Jair Bolsonaro em estreitar laços com o Centrão rendeu a nomeação para um dos cargos de maior destaque no enfrentamento à pandemia de coronavírus. A parceria emplacou o professor paraibano e farmacêutico Arnaldo Correia de Medeiros como o novo secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, um dos setores mais importantes da pasta e protagonista na guerra contra a covid-19. A indicação é do deputado federal Wellington Roberto, líder do PL na Câmara dos Deputados, essa é a segunda indicação do parlamentar paraibano no governo do presidente Jair Bolsonaro.

A nomeação está publicada no Diário Oficial da União, da semana passada, e assinada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto. O cargo tinha sido ocupado por Wanderson de Oliveira, servidor de carreira da pasta que permaneceu no cargo desde a gestão de Luiz Henrique Mandetta, e que era um dos únicos em função de confiança a se manter com Nelson Teich, na sua passagem pelo Ministério da Saúde. Com a saída de Wanderson, quem o substituía era Eduardo Macário, mas interinamente.

O novo secretário de Vigilância em Saúde é a 11ª indicação do Centrão desde que Bolsonaro iniciou a aproximação. O nome foi apresentado pelo líder do PL na Câmara, Wellington Roberto (PB), e aprovado pelo ministro interino, general Eduardo Pazuello, no início da semana.

Arnaldo é graduado em Farmácia pela Universidade Federal da Paraíba e é mestre em Bioquímica e Imunologia pela Universidade de Minas Gerais. O novo secretário também é doutor em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo e tem especialização em Gestão Hospitalar pelo Hospital Sírio-Libanês. Com experiência na área da saúde, ele atua como professor titular da UFPB.

FNDE- Essa é a segunda indicação de Wellington no governo Bolsonaro, a primeira foi a do advogado Garigham Amarante Pinto foi nomeado para o cargo de Diretor de Ações Educacionais do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão ligado ao Ministério da Educação.

Segundo apurou à Câmara dos Deputados, Garigham exerceu até a última sexta-feira (15) o cargo de assessor técnico na liderança do Partido Liberal, função exercida pelo deputado Wellington Roberto da Paraíba.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Paraibana candidata a vice-prefeita de Boa Vista morre de Covid-19

A candidata à vice-prefeita de Boa Vista, capital de Roraima, na chapa do MDB, Edileusa Loz, morreu aos 57 anos, vítima da covid-19, na manhã deste domingo (25). A informação…

Emenda do senador Veneziano garante ambulância para o Hospital Regional de Queimadas

O senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) esteve na última sexta-feira (23) na solenidade de entrega de uma ambulância ao Hospital Regional de Queimadas. Também participaram da entrega representantes do…