Por pbagora.com.br

Deputado minimiza liderança de Cássio, reafirma lealdade a RC e detona: “Ele não é rei e nem tampouco um Deus”

 

Conhecido por suas declarações polêmicas, as vezes folclóricas,  o deputado estadual Tião Gomes (PSL), reafirmou a sua lealdade ao governador Ricardo Coutinho (PSB), e disparou sua “metralhadora giratória” em direção ao senador Cássio Cunha Lima (PSDB).

Em entrevista a rádio Campina FM, Tião Gomes confessou que não se adaptou ao estilo de Cássio, quando ele governou a Paraíba, e por isso, decidiu manifestar publicamente o seu apoio `a reeleição de Ricardo Coutinho. O deputado lembrou que foi o primeiro parlamentar a apoiar a candidatura de CCL em 2002, mas não se adaptou ao governo dele, lembrando que o tucano, enquanto governador, não fez nada pelo Estado.

– O PSL não está procurando status ou se agarrar em ninguém, estamos com Ricardo porque ele tem trabalhado pelo Estado que está mudando. Não tenho nada contra José Maranhão ou Veneziano, ou contra Cássio não, agora ele não é o rei e nem o deus da Paraíba – disse Tião Gomes.
Ele também fez elogios ao ex-governador José Maranhão, deixando a entender que está com a porta aberta para futuras alianças com o PMDB. Na visão de Tião Gomes, José Maranhão fez um governo melhor do que o Cássio.

Garantindo que não é um deputado “palaciano”, mesmo tendo participado de vários governos na Paraíba, Tião disse que é leal aos amigos e não se sente um traidor.

– Eu não mudo e nem traio. Agora com o tempo vamos aprendendo e nos adaptando. Eu não me adaptei ao governo de Cássio e não devo nada a ele. A Paraíba tem que fazer uma análise de trabalho e ver quem fez e quem está fazendo mais, José Maranhão fez um grande governo, agora me mostre as obras de Cássio na Paraíba? – questionou o parlamentar.

Tião Gomes destacou que o governador tem executado obras em todos os recantos da Paraíba e promovido uma política sem apadrinhamentos. “Nós temos um governo diferente, que não dá emprego, nem gratificação a ninguém, mas trabalho tem, é um governo que investe, que quando recebe FPE ou ICMS ele está investindo”, declarou.

O PSL está presente em 151 municípios, com 29 vereadores, 2 prefeitos, 3 vice-prefeitos e mais 33 pré-candidatos a deputado estadual e federal.

 

PBAgora

Notícias relacionadas

Ao PB Agora, Ludgério fala sobre pós covid e faz desabafo: “Estou renascendo”

Ter se curado da Covid-19 não significou o fim da luta contra a doença para o deputado estadual Manoel Ludgério (PSD). Ele foi diagnosticado com o vírus no começo de…

PB deve avançar ainda mais na vacinação contra a covid, assegura secretário

Considerado o 4º estado com a população mais vacinada contra covid-19 no Brasil, a Paraíba, deve avançar ainda mais na imunização é o que prevê o secretário estadual de Saúde,…