Resolução nacional obriga Luiz Couto a entregar todos os cargos no governo Ricardo Coutinho

Diante de afagos recebidos na última semana tanto do governador Ricardo Coutinho (PSB), quanto do prefeito Luciano Cartaxo (PT), o deputado federal Luiz Couto (PT) segue fazendo mistério e demonstra estar “indeciso” com relação ao seu futuro.

Uma resolução nacional do Partido dos Trabalhadores oficializou o rompimento político com o PSB, determinando a retirada de todos os petistas das gestões do PSB.

Com isso, o deputado será obrigado a retirar as suas indicações do governo Ricardo Coutinho, assunto que tem aumentado o desconforto de Couto para manter o apoio a gestão girassol.

Indagado sobre o assunto nesta segunda-feira, 14, o prefeito Luciano Cartaxo (PT) reagiu com naturalidade e fez um comparativo com o PSB em nível nacional que entregou os cargos no governo federal.

“O PSB agora está fazendo oposição ao governo Dilma”, destacou Cartaxo.

“A resolução é do PT nacional. Eduardo Campos entregou todos os cargos e está fazendo oposição ao Governo. É natural o PT determinar a saída das gestões estaduais do PSB”, aponta.

Em matéria assinada pelo jornalista Ytalo Kubitschek neste domingo 14, o portal PB Agora revela que Couto pode pintar como novidade na disputa para o Senado nas eleições do próximo ano. Confira a matéria na íntegra aqui.

As cúpulas nacional e estadual do PT teriam montado nos bastidores uma força-tarefa para uma reconciliação que alçaria o PT a almejar cargos majoritários em 2014, condição hoje que inexiste concretamente na Paraíba.

A rearrumação política levaria Couto à disputa para o Senado, com a unificação de todas as tendências petistas em torno do seu nome. Seus 8% de intenção de voto na pesquisa Vox Populi teriam lhe cacifado para essa missão. E o PT nacional ganharia mais espaço no Senado.

 

Leia mais

Isolado no governo Ricardo Coutinho após a virulenta polêmica que provocou ao acusar o secretário de Administração Penitenciária, Walber Virgolino, de participar de um plano de encomenda à sua morte, o deputado federal Luiz Couto (PT) começa a dar sinais de que deseja fazer o caminho de volta com a cúpula do Partido dos Trabalhadores na Paraíba, que há muito tempo mantém rota de colisão.

Prova disso é que o deputado há poucos dias deixou os cargos indicados por ele à disposição do governador, tendo em vista a aliança desfeita entre o Partido dos Trabalhadores e Partido Socialista Brasileiro para as eleições do próximo ano.

Além disso, Couto desmentiu a versão do governador Ricardo Coutinho de que havia aberto uma sindicância para apurar o caso Walber Virgolino e tomar as devidas providências. Em pronunciamento na Câmara Federal, o petista pela primeira vez não falou a mesma língua do governador e garantiu que não foi procurado em nenhum momento pelo Estado, após revelar o suposto esquema para matá-lo.

O deputado assegurou que antes do seu pronunciamento na Câmara dos Deputados, tentou revelar o acontecimento ao governador, todavia não obteve êxito. "Tentamos a comunicação via e-mail para o governador, mas não fomos respondidos".

O diretório do Partido dos Trabalhadores em João Pessoa divulgou na última sexta-feira (4) uma nota de solidariedade ao deputado federal Luiz Couto (PT), cobrando apuração do suposto plano para matar o deputado e afirmando que tem “orgulho” do trabalho desempenhado por Couto em Brasília.

Na manhã desta segunda-feira (7) o prefeito Luciano Cartaxo (PT) comentou sobre a reintegração do deputado federal Luiz Couto ao seu grupo político e deu "boas vindas" ao dissidente. Cartaxo disse ter a certeza de que ele e o padre estarão vestindo "a mesma camisa em 2014".

"Não tem mais petista vestindo a camisa do PSB", comemorou o prefeito.

Confira a íntegra da nota de solidariedade emitida pelo PT de João Pessoa:

Em decorrência dos últimos acontecimentos informados pela Policia Federal de ameaça de morte ao Deputado Federal Luiz Couto a Executiva Municipal do PT de João Pessoa, vem a público prestar total solidariedade ao nosso companheiro.

Luiz Couto é Deputado Federal em seu terceiro mandato, representando aqueles que acreditam na boa política, sem compra de votos e com expressão de opinião. Seu mandato é reconhecido nacional e internacionalmente.

O PT tem orgulho da sua luta especifica na defesa dos Direitos Humanos!

Sobre as denúncias apresentadas pelo Deputado, o PT entende que os órgaõs competentes devem imediatamente apurar todos os fatos, inclusive garantindo total segurança e proteção a vida do parlamentar.

Dos setores conservadores que hoje atacam Luiz Couto, tentando desqualificar sua atuação política, não podemos esperar outra coisa que não seja uma postura retrógrada, provinciana e mesquinha. Com estes setores o PT jamais concordará. E entendemos que é justamente com este setor conservador da política paraibana que o atual Governo do Estado vem dialogando e buscando sua sustentação política.

As denúncias apresentadas pelo Deputado são graves, segundo o parlamentar gestores e órgãos do Governo do Estado estão envolvidos em ações criminosas vinculadas ao crime organizado.

Reafirmamos a urgente necessidade de uma total apuração dos fatos aos órgãos competentes. A denúncia não deve ficar sem resposta!

Luiz Couto sabe que sempre poderá contar com o seu partido para esta luta.

João Pessoa, 04 de Outubro de 2013.

Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores

 

PB Agora

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: RC vê conotação política em escritório arrombado. Acha que há mandantes

Em resposta a questionamentos da coluna, o presidente da Fundação João Mangabeira e ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), disse, na madrugada deste domingo (18), não ter dúvidas de que…

Líder na ALPB diz ser contra privatização das BRs 101 e 230 na Paraíba

Em entrevista à imprensa paraibana o ex-deputado federal e líder do bloco governista o deputado estadual Wilson Filho (PTB) opinou sendo contrário, a inclusão dos trechos das BRs 101 e…