Por pbagora.com.br

O deputado federal Hugo Mota, durante participação em sessão especial na Assembleia Legislativa da Paraíba, em João Pessoa, nesta segunda-feira (29), descartou que a liberação de emendas impositivas pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, tenham ocorrido com o intuito de barganhar votos em favor da aprovação da reforma da Previdência, no Congresso.

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), ofereceu destinar um extra de R$ 40 milhões em emendas parlamentares até 2022, de acordo com informações da Folha de S.Paulo. Atualmente, os deputados têm direito a R$ 15,4 milhões em emendas parlamentares, e, com os R$ 10 milhões acrescidos a cada ano (até 2022, R$ 40 milhões), o valor se aproximaria de R$ 100 milhões por parlamentar até 2022. Por ano, cada deputado passaria a ter cerca de R$ 25 milhões em emendas.

Para Hugo Mota, não se trata de barganha e nem de favor do presidente, já que as emendas precisam ser liberadas de qualquer forma. "O nosso orçamento é impositivo, então, essas emendas seriam liberadas independente de quem estivesse à frente dos destinos do país. Não vejo barganha de maneira alguma. Esse orçamento chega justamente para cumprir um dos papeis que um deputado federal tem, que é destinar recursos para que obras importantes sejam realizadas em suas bases", frisou.

O deputado acrescentou ainda que o texto para uma reforma na Previdência deve combater privilégios e tirar daqueles que têm condições de contribuir e proteger àqueles que não têm condições de pagar.

 

PB Agora


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João Azevêdo comemora eleição, na PB, de única candidata surda do Nordeste

O governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania) comemorou nas suas redes sociais a eleição da vereadora Anna Kelly Bezerra, da cidade de Araçagi. Anna Kelly, que é deficiente auditiva, recebeu…

Nilvan: Banco da Retomada disponibilizará até R$ 15 mil para microempreendedor

O candidato a prefeito de João Pessoa, Nilvan Ferreira disse que através do Banco da Retomada vai disponibilizar até R$ 15 mil para microempreendedor que pretenda abrir ou ampliar o…