A Paraíba o tempo todo  |

Deputado estadual tem direitos políticos suspensos por improbidade

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Uma decisão da 8ª Vara da Justiça Federal na Paraíba, condenou por improbidade administrativa, o deputado estadual e ex-prefeito da cidade de São Bento, Galego Souza (PP).

De acordo com a decisão do juiz Guilherme Castro Lôpo, fica estabelecida a suspensão dos direitos políticos do parlamentar por três anos, além da aplicação de multa.

A base para a sentença foi uma ação proposta pelo Ministério Público Federal (MPF), que apurou irregularidades em licitações para realização do Réveillon em São Bento no ano de 2008 e teve por base a locação de palcos, banheiros químicos, sonorização e iluminação.

O destaque da ação foi o fato de todo o processo licitatório ter ocorrido em um único dia.

Apesar da sentença, o parlamentar disse, em contato com a imprensa paraibana, que o processo foi feito dentro da normalidade e atribuiu a denúncia a perseguição política. Galego revelou ainda que a sua defesa já recorreu da decisão.

“Fui notificado e foi recorrido. Essa decisão é de junho e não sei porque foi republicado somente agora. Mas já foi recorrido, a gente já apresentou embargo de declaração, estamos aguardando o julgamento e espero que o juiz mude o entendimento porque não houve dolo ao erário, desvio, apenas o juiz está discordando da forma em que foi realizado a licitação”, afirmou.

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      2
      Compartilhe