A Paraíba o tempo todo  |

Deputado diz que o pobre nunca “esteve tão excluído” como no atual governo

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O deputado Federal Frei Anastácio participou das atividades do 27º Grito dos Excluídos e Excluídas, em João Pessoa, nesta terça-feira, 7 de setembro, com concentração na Praça das Muriçocas, no bairro de Miramar, além de carreata e caminhada até a praia do Cabo Branco e na ocasião declarou que o povo pobre brasileiro nunca esteve tão excluído.

“O povo pobre nunca esteve tão excluído no Brasil, como agora no governo Bolsonaro”, lamentou.

O parlamentar afirmou que durante os mais de dois anos de governo, Bolsonaro teria conseguido destruir toda base de apoio social, criada pelo governo do Partido dos Trabalhadores, para amparar a população pobre.

“Esse governo simplesmente isola a população carente com a retirada de direitos, programas sociais e conquistas. Bolsonaro conseguiu levar o Brasil novamente ao mapa da fome e não tem nenhum programa para retirar o país desse cenário. Falta comida, saúde, emprego, renda e dignidade para as pessoas”, argumentou, complementando:

“Este ano, o Grito exige ações concretas em defesas da vida ameaçada por ações de um governo genocida, que está preocupado apenas em se manter no poder e manter as benesses de militares, amigos e familiares usando de forma descarada o dinheiro público”, disse.

O deputado disse ainda que o povo estará nas ruas também em defesa da democracia que, a todo instante, tem sofrido ameaças vindas, ainda conforme ele, de quem deveria zelar por ela.

“Desde que assumiu o governo e viu sua avaliação positiva despencar, Lula livre com apoio do povo e índices positivos nas pesquisas, Bolsonaro apelou para o golpismo. Ele insuflou os fanáticos que o apoiam para atos golpistas neste 7 de setembro. Temos que dar uma resposta. Ditadura nunca mais. Fora Bolsonaro. O Brasil quer paz e prosperidade”, concluiu.

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe