Por pbagora.com.br
 
 
“O ex-juiz Moro e todos os envolvidos nas manipulações do processo contra Lula, não podem continuar impunes. Não creio que a justiça brasileira irá passar “panos quentes” nessa vergonha revelada nas conversas entre os procuradores, que buscaram todos os artifícios ardilosos para tirar Lula das eleições presidenciais de 2018″. A declaração é do deputado federal Frei Anastácio (PT), em relação às divulgações de conversas que ocorreram entre o ex-juiz Sérgio Moro e os procuradores da Lava Jato, entre eles Deltan Dallagnol.

“Em nome da boa justiça, eles, sim, é que já deveriam estar na cadeia. O que esses homens e mulheres fizeram em nome da lei é vergonhoso. As conversas mostram de forma escancarada, a manipulação política e criminosa para condenar o ex-presidente Lula”, afirmou.

Frei Anastácio relata que uma das conversas entre Moro e Dallagnol mostra os dois combinando manipular a opinião pública, através da Globo e Estadão, inventando provas para fortalecer a acusação, combinando sentença e agilizando a condenação  para proferir a sentença e impedir a candidatura de Lula.

“É realmente uma vergonha para a justiça brasileira ter acatado o que a Lava Jato fez e ainda não ter tomado nenhuma posição concreta, para punir esses criminosos que se esconderam atrás dos cargos para condenar o ex-presidente Lula e favorecer Bolsonaro nas eleições”, disse.

 
 
Notícias relacionadas

Eleições da Mesa da ALPB e de mais 20 estados entram na mira da PGR

Membros da mesa diretora das casas legislativas não podem ser reconduzidos na mesma legislatura, opina PGR O procurador-geral da República, Augusto Aras, propôs ações diretas de inconstitucionalidade (ADIs) ao Supremo…

Líder de Cícero na CMJP ressalta descaso de Cartaxo com a barreira de Cabo Branco

“Ao contrário do que se possa imaginar, o problema da Barreira do Cabo Branco nunca foi a falta de recursos para a obra, mas sim a falta de um gestor”.…