Por pbagora.com.br

 O deputado estadual Trocolli Junior rebateu as declarações do secretário de Saúde do Estado, Valdson de Sousa, que teria dito que o parlamentar estava fazendo “terrorismo” com relação aos problemas da Saúde no estado.

O parlamentar oposicionista reclama que a verba do Ministério da Saúde para o tratamento de hemodiálise tem sido repassada para os cofres do Estado, mas a secretaria  não estaria fazendo o pagamento para as clinicas terceirizadas:

“O secretario de saúde é uma pessoa que eu gosto muito, mas na verdade eu gostava mais dele quando não era secretario. Toda a Paraíba sabe que a hemodiálise é um dinheiro “carimbado”  que vem todos os meses do ministério da saúde e não há razão para a secretaria de saúde demorar no repasse para as clinicas terceirizadas. As clinicas estão a três meses sem receber e existe sim a ameaça de paralisação por completa falta de condição de se manter o serviço por falta do pagamento”, afirmou.

 Trocolli exigiu explicações do secretário e disse ainda que não existe motivo para que o pagamento esteja atrasado, já que o serviço é totalmente pago pelo Ministério da Saúde.

O peemedebista também  levantou a hipótese de que o secretário estaria usando a verba para outras prioridades:

“O doutor Valdson tem que explicar por que é que ele não passa o dinheiro religiosamente em dia como o ministério da saúde repassa pra ele. Quem faz hemodiálise no estado, o serviço é pago 100%  pelo Ministério da Saúde e todo o dia dez está depositado em uma conta na secretaria de saúde  do estado. Não há razão para o atraso. O que esta acontecendo é que o doutor Valdson ou sua equipe, está usando esse dinheiro para outras coisas, e os doentes crônicos de nosso estado tem que ser prioridade. Com certeza se fosse parente do secretario ou do governador, não faltava dinheiro não”, finalizou.

 

 Anderson Cardoso 

PB Agora

Notícias relacionadas

Mesmo sob novo comando, CMCG é criticada por ‘dormir nas suas atribuições’

A mudança de comando na presidência da Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG) em nada alterou o andamento do trabalho legislativo. Pelo menos é essa a percepção do vereador Olímpio Oliveira…

Marcelo Queiroga assina protocolo de intenções de R$ 11 milhões para alta complexidade na saúde de JP

O prefeito Cícero Lucena e o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, assinaram, na tarde desta sexta-feira (16), um protocolo de intenções entre a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) e…