Por pbagora.com.br
 
 

Após o ministro do Superior Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes determinar o envio de um dos processos contra o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) na Operação Calvário para a Justiça Eleitoral, a defesa do socialista irá pedir que o mesmo seja feito com todos os processos relativos à Calvário.

“Em todos os processos envolvendo Ricardo na Calvário há referências a condutas de natureza eleitoral. Todos os supostos ilícitos que foram mencionados nas denúncias fazem referência a campanhas eleitorais. Então, a nossa linha defensiva em todas as manifestações é de que não devem ser processadas pela Justiça Comum, mas, sim, pela Justiça Eleitoral”, adiantou Igor Suassuna, advogado do ex-governador em entrevista à Rádio Arapuan FM.

O processo em questão tramita na 3ª Vara de João Pessoa e a denúncia do Ministério Público é de que ele praticou ‘Caixa 2’ na campanha eleitoral de 2010. O pedido para a mudança de competência foi feito no dia 26 de abril.

 

Da Redação

 
 
Notícias relacionadas

Levantamento do PB Agora contabiliza 10 nomes cotados para disputar única vaga da Paraíba no Senado em 2022

Um levantamento feito pela reportagem do PB Agora contabilizou ao menos dez nomes cotados para ingressar na disputa pela única vaga da Paraíba no Senado Federal nas eleições de 2022.…