Por pbagora.com.br
 
 

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tem encontrado dificuldades para encontrar um partido para chamar de seu. Eleito pelo PSL e rompido com a sigla um ano depois, ele busca uma agremiação para filiar seu grupo político, visando o pleito do ano que vem. “Apaixonado” pelo PP, ele tem ouvido do senador Ciro Nogueira (PI) e do presidente da Câmara, Arthur Lira (AL), principais lideranças do partido, conselhos para retornar ao PSL, segundo O Globo. O presidente, no entanto, coloca o deputado federal paraibano Julian Lemos (PSL) como entrave.

Em conversa com Arthur Lira, Bolsonaro apresentou o ex-coordenador da campanha eleitoral dele no Nordeste, em 2018, Julian Lemos, como um problema. Lemos rompeu de forma definitiva com a família Bolsonaro, na avaliação do próprio presidente, após chamar o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) de “poodle” e “Carluxa”. O tema, inclusive, era comentado anteriormente dentro do PSL, mas agora é exposto abertamente pelo presidente para outras lideranças políticas.

 

Leia o texto na íntegra no site Suetoni Souto Maior

 
 
Notícias relacionadas

Ricardo Barbosa assume comando da Unale com licença da presidente

O deputado estadual Ricardo Barbosa tomou posse, na última quarta-feira (9), como presidente interino da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale). O parlamentar é o vice-presidente da entidade…

Aguinaldo Ribeiro recebe prefeitos de Tacima e Conde e reforça parceria

O deputado federal e líder da Maioria no Congresso, Aguinaldo Ribeiro (Progressistas), recebeu nessa sexta-feira (11) a visita de gestores municipais paraibanos no intuito de debater parcerias e traçar melhorias…