O deputado estadual Anísio Maia (PT) alertou que os municípios não podem se omitir da responsabilidade no disciplinamento das feiras livres e das filas das lotéricas/bancos para evitar a aglomeração de pessoas. “Essa é uma tarefa relativamente fácil e caberia tanto ao Ministério Público quanto aos Procons a iniciativa desta fiscalização”, afirmou o petista.

                                                                                                                                          Na visão de Anísio, as filas de lotéricas e bancos devem ser demarcadas com o distanciamento padrão entre clientes e ter um critério de pré-atendimento. Nas áreas externas, sem sombras, deve-se montar tendas para evitar aglomeração e desconforto, principalmente de idosos.

                                                                                                                                          PPara o parlamentar, permanecendo como estão, as feiras serão ponto de contágio certo do Coronavírus e as prefeituras poderão ser responsabilizadas. “Já as feiras livres precisam ser reorganizadas urgente. É necessário ampliar seus espaços físicos ou reinstalá-las em locais que permitam um maior espaçamento entre bancas. Esta solução garante a renda e o emprego do feirante sem oferecer perigo aos consumidores.”, concluiu Anísio.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: pré-campanhas eleitorais sofrem desaquecimento com a Pandemia. Prefeitos querem adiamento

A pandemia do coranavirus também desacelerou as pré-campanhas para prefeitos e vereadores, tanto em João Pessoa, como em Campina Grande e demais municípios paraibanos. Enquanto aumenta a dúvida sobre a…

Senado também aprova uso de leitos privados por pacientes do SUS

O pioneirismo da lei 11.686/2020, de autoria do deputado Wilson Filho (PTB), que permite ao Governo do Estado internar pacientes do SUS com coronavírus e suspeita de infecção pelo vírus…