Por pbagora.com.br

“Entendo que será uma honra para qualquer pessoa que queira o melhor para a Paraíba fazer parte de sua chapa”. A declaração é da médica e primeira dama de Campina Grande, Micheline Rodrigues (PSDB), em entrevista a um Blog, de João Pessoa, na manhã desta terça-feira (22), ao admitir, pela primeira vez, a possibilidade de figurar como vice na chapa das oposições.

 

Micheline disse que ainda não recebeu nenhuma proposta oficial sobre essa possibilidade, e ressalta que a escolha mais importante já foi feita, que é o nome de Lucélio como cabeça da majoritária.

 

“Não recebi nenhuma proposta nesse sentido. Acredito que a escolha mais importante já foi feita e que Lucélio tem representado com muita competência o projeto das oposições da Paraíba, inclusive, sendo muito bem acolhido em todo o estado”, ressaltou.

 

Em recente evento em Campina Grande,  Lucélio Cartaxo, que é pré-candidato do PV ao governo estadual, destacou o protagonismo da mulher paraibana que, com sensibilidade e firmeza, dá um exemplo inspirador a quem pretende “superar obstáculos e ser agente de transformação da realidade”.

 

Segundo ele, a escolha da Dra. Micheline pela medicina demonstra que ela não apenas cumpre funções, mas abraça missões. “Cuidar das pessoas é para Micheline uma opção de vida”, afirmou Lucélio.

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Opinião: leal, Cícero garante apoio à reeleição de Azevêdo enquanto a oposição “vive” a dúvida

A lealdade é um dos pilares que sustentam o real valor do homem. Baseado em tal fato, o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP), confirmou seu apoio à reeleição…

Paraibano é citado entre os beneficiados no ‘orçamento paralelo’ de Bolsonaro

O deputado federal paraibano Wellington Roberto (PL) parece entre os parlamentares contemplados com o orçamento paralelo criado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para ganhar a “fidelidade” do Centrão. O…