Ainda com falhas: contribuintes lotam CAM para tentar emitir nota fiscal

Há quase dez dias apresentando falhas, o sistema de emissão de notas fiscais digital da prefeitura municipal de João Pessoa segue provocando transtornos na vida do contribuinte. 

Apesar de a prefeitura municipal de João Pessoa ter emitido uma nota, no inicio da semana, afirmando que o sistema estava normalizado, na manhã desta sexta-feira (25) a reportagem do PB Agora esteve no local e registrou a lotação e o tumulto no Centro Administrativo Municipal, que recebe a todo momento pessoas com pendências na emissão de notas fiscais e que temem atrasar os pagamentos devido ao problema ainda não solucionado pela secretária de finanças da gestão.

O prejuízo aos cofres públicos pela ausência da cobrança do ISS pode chegar já aos R$ 2 milhões de reais.

Para tentar agilizar o atendimento, a prefeitura ocupou todo o auditório Paulo de Tarso da Silva com cadeiras e disponibilizou dois atendentes para tentar agilizar o atendimento dos contribuintes que estão prejudicados com a falha no sistema de nota fiscal.

A informação é que a prefeitura trocou de empresa e a atual responsável pelo serviço não teria o suporte necessário para sustentar no sistema o grande número de contribui entes. O sistema anterior utilizado pela PMJP já funcionava há seis anos e atendia a todos os contribuientes. Ele funciona em 70% das 100 maiores cidades do Brasil. com impessoalidade e segurança.


Segundo informações obtidas pela reportagem do PB Agora, o Trade Turístico da Capital é um dos que está sofrendo com o problema, já que está sem poder faturar devido aos constantes problemas para emissão de notas fiscais digital.

Ainda não se sabe qual a verdadeira motivação para a troca de um sistema que funcionava bem, para outro que está provocando transtornos.

De acordo com informações repassadas ao PB Agora, o sistema antigo detinha o livro fiscal eletrônico onde eram feitos os cruzamentos de informações de quem pagou e quem estava inadimplente, já no sistema novo, a informação é de que esse serviço não está sendo executado, o que pode beneficiar a sonegação de impostos.


Por enquanto, os contribuintes que chegam até o local recém uma ficha e aguardam por horas para atendimento.

Empresários já admitem que problema na emissão das notas pode, inclusive, atrasar o pagamento de funcionários da rede privada, visto que as notas pelos serviços prestados seguem sem ser faturadas.

LEIA TAMBÉM

Sistema de emissão de nota fiscal digital da PMJP ainda apresenta falhas e prejuízo pode chegar a R$ 2 mi


Márcia Dias


PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

MPF ajuíza ação de improbidade contra prefeito do Sertão

O Ministério Público Federal (MPF) em Patos (PB) ajuizou ação de improbidade contra Aldo Lustosa, prefeito de Imaculada, município localizado no Sertão paraibano; mais oito pessoas (Dineudes Possidônio, Madson Lustosa,…

Sem mandato, Cássio garante que continuará colaborando com a Paraíba e classifica como remota tese de disputar PMCG

Sem mandato há seis meses, o ex governador e ex senador Cássio Cunha Lima (PSDB), praticamente afastou a possibilidade de disputar a prefeitura de Campina Grande nas eleições do próximo…