Por pbagora.com.br

Na reta final da campanha eleitoral, os candidatos a prefeito de João Pessoa tem aproveitado os compromissos de campanha para intensificar as promessas que pretendem colocar em prática a partir de 1 de janeiro.
As promessas são nas mais variadas áreas, mas as prioridades são na saúde, educação, mobilidade urbana e geração de emprego.

Candidato do PT, Anísio Maia do PT prometeu incluir a prática de corridas no conselho de mobilidade urbana de João Pessoa.
“Nós acabamos de nos reunir, tratamos de várias questões a respeito do assunto. E nos comprometemos com a delegação que nos procurou. Incluir essa importante modalidade de esportes no conselho de mobilidade urbana para que eles possam sugerir à prefeitura medidas para dar atenção a esta importante modalidade de esporte, para que a prefeitura passe a atender as reivindicações deles e encaminhar aquilo que é importante para desenvolver esse tipo de esporte”, disse.

Já a candidata Edilma Freire propôs criar novo shopping popular para gerar novos empregos e renda.
“Como prefeita, eu quero colocar a gestão mais perto da força trabalhadora. Então, quero entregar aqui no Centro da cidade, mais um shopping popular. Eu quero, também, reestruturar os shoppings populares que já existem. Colocar o Banco Cidadão à disposição do micro e pequeno empreendedor. Então, é fazer João Pessoa cada vez mais perto de quem mais precisa, buscando desenvolvimento e investindo no pequeno e no médio empreendedor da nossa cidade”, disse.

João Almeida prometeu criar centro de monitoramento com mil câmeras

“Usando a minha experiência de policial, vou transformar a guarda municipal em polícia metropolitana municipal. Vamos armá-la e equipá-la. Vamos criar um centro de controle de monitoramento, onde a gente vai espalhar mil câmeras pela cidade, de monitoramento, com uma rede de fibras ópticas. E esse centro de comando vai ser integrado com as demais polícias estaduais e federais. Isso vai proporcionar, sem dúvida nenhuma, segurança para as pessoas. Nós vamos zerar, pelo menos em seis meses, o número de furtos de veículos em João Pessoa”, disse.

O candidato do PSDB Ruy Carneiro prometeu construir hospital veterinário na Capital. Segundo ele, a população de João Pessoa está cada vez mais exigente em relação à causa animal, e por isso ele colocou essa demanda na sua carta programa.

“A população tá cada vez mais exigente em relação à causa animal. Nós somos autores, no congresso, da legislação de bem-estar animal. Hoje nós temos em João Pessoa 16 mil animais abandonados. Vamos reformar o Centro de Zoonoses pra aumentar o número de castrações e fazer o primeiro hospital veterinário de João Pessoa, porque respeito é para todos”, disse.

Já o candidato do Progressitas, Cícero Lucena propôs construir novas áreas de convivência comum

“Nós temos o compromisso, cada vez mais está provado, que nós precisamos de áreas de convivência comum. Que sejam as praças bem cuidadas, com academia de ginástica, bem arborizadas, com área de esporte, com área de atividades culturais, que é isso que a população quer pra não ficar prisioneira apenas entre as paredes da sua residência. E também fazer com que as áreas que possam se transformar em parques, tenham essa atividade também para convivência social e o respeito ao meio ambiente e uma melhor qualidade de vida ”, disse.
O candidato do PSB Ricardo Coutinho propôs ligar Três Ruas ao Hospital Universitário

“Um ponto fundamental em meu governo será recuperar a capacidade de investimentos com recursos próprios na cidade de João Pessoa, já que ela perdeu. Recuperando isso, priorizando os investimentos, que quero fazer inicialmente duas grandes obras. Uma é um viaduto descendo do Altiplano, saindo na Beira Rio, descendo na Beira Rio em direção ao Centro da cidade. E a outra, aquela ligação do HU, do Hospital Universitário, com as Três Ruas, lá nos Bancários, visando dividir exatamente o trânsito entre Bancários e Cidade Universitária”, disse.

Nilvan Ferreira do MDB propôs desburocratizar atividades na construção civil

“É de um dos muros que eu tenho falado nos últimos meses, na campanha eleitoral, de muros da burocracia. E esse aqui é um muro bem presente na vida desse segmento produtivo, que gera emprego. E que vai ser um importante segmento na nossa retomada econômica. Então, no nosso plano de gestão nós temos a meta de desburocratizar, de tirar esse muro da burocracia, tornar a vida deles mais ágil. Porque a prefeitura continua agilizando a arrecadação e não serve como uma entrada pra quem gerar emprego e não serve como entrave pra quem gerar emprego e contribuir na nossa retomada econômica a partir de 2021”, disse.

Os prefeitáveis seguem apresentando as suas propostas na batalha pelo convencimento do voto do eleitor. O resultado desse esforço será conhecido no próximo dia 15 de novembro, quando o eleitor estiver frente a frente com a urna para exercer a sua cidadania.

SL
PB Agora com informações da TV Cabo Branco

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Após discussão, mulher é morta a paulada e pedradas e companheiro fica ferido, em Patos

O corpo de uma mulher foi encontrado dentro de uma Poça de esgoto, na madrugada desta segunda-feira (30), com marcas de paulada e pedradas, na cidade de Patos, Sertão da…

Recém eleito prefeito de JP, Cícero diz ter pressa para montar equipe de transição

Recém-eleito para gerir a cidade de João Pessoa pela 3ª vez , Cícero Lucena (Progressista), adiantou, nesta segunda-feira (30), que tem pressa para iniciar o processo de transição, principalmente por…