O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba rejeitou ontem recurso pedindo a suspeição do juiz Aluízio Bezerra, da 64ª Zona Eleitoral, impetrado pelos advogados do vereador Felipe Leitão (PRP), julgado por compra de votos na campanha eleitoral do ano passado. Com isso, o juiz está judicialmente autorizado para dar andamento no julgamento da ação contra o vereador.

“Vou despachar esse processo para dar seguimento à ação”, disse o juiz. Felipe Leitão foi acusado de montar verdadeiro esquema de compra de votos na Capital. E, pior, não pagar, conforme denúncia de centenas de eleitores que procuraram espontaneamente o Ministério Público para denunciá-lo.

A denúncia dá conta de que Felipe Leitão prometeu R$ 70 por cada voto em cinco comunidades carentes da Capital por meio de um intermediário conhecido em João Pessoa como “Votinho de Ouro”.


PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cientista político paraibano elenca motivos da baixa quantidade de mulheres eleitas na política

As regras da Justiça Eleitoral que buscam resguardar cotas mínimas de candidaturas femininas e de recursos financeiros a elas ainda não são garantia de que mais mulheres serão, efetivamente, eleitas…

Prefeito de Cabedelo anuncia aumento salarial para os professores

No dia em que se comemora o Dia do Professor – 15 de outubro, a Prefeitura de Cabedelo homenageia a categoria com reconhecimento e valorização profissional. O prefeito Vitor Hugo…