O governador eleito da Paraíba, João Azevêdo (PSB), e o governador Ricardo Coutinho (PSB) comandaram, no final da tarde desta segunda-feira (15), no Centro de João Pessoa, uma passeata intitulada “Caminhada do Livro” em apoio à candidatura do ex-ministro da Educação, Fernando Haddad (PT), à Presidência  da República. Cerca de 5 mil pessoas, entre professores, estudantes, militantes, políticos e comerciários,participaram do ato público, que se concentrou em frente o Lyceu Paraibano e se dirigiu até o Ponto de Cem Réis.

A maioria dos participantes da passeata atendeu ao simbolismo da caminhada convocada para o Dia do Professor e empunhou livros na mãos, contrapondo ao discurso armamentista do candidato concorrente.

João Azevêdo ressaltou que a posição do grupo político que pertence não alterou em nada para o segundo turno das eleições, mantendo o apoio ao professor Fernando Haddad. “Desde o primeiro turno, votamos em Haddad e é o que estamos fazendo neste segundo turno. Estou pedindo aos 1.119.758 amigos que conquistei nessas eleições que votem comigo, porque vamos precisar de parcerias com o Governo Federal, para que esse projeto na Paraíba seja mantido com a força que ele precisa”, destacou.

O governador eleito destacou ainda que o preocupa muito, quando o candidato Bolsonaro em entrevista à emissora de TV, diz que os Estados que não o apoiarem serão tratados de forma secundaria. “O que é mais importante é que todos os estados sejam tratados de forma republicana. Esse país precisa voltar a ter políticas de inclusão. Eu lembro que esse país saiu do mapa da fome e voltou desde o ano passado”, lamentou.

Já o governador Ricardo Coutinho fez um apelo aos “setores lúcidos” da sociedade paraibana e brasileira para reagirem, tornando Haddad o próximo presidente do Brasil, já que para ele o que está em jogo é muito maior do que a disputa entre dois partidos.

“Essa é uma eleição fundamental, pois temos dois projetos completamente diferentes. O que está em jogo é a privatização do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal, do ensino superior, da Petrobrás. Temos que colocar na mente das pessoas que é possível voltar a ser um país que comandou o BRIC’s (grupo de países emergentes formado por Brasil, Rússia, India, China e África do Sul) e que acabou com a fome. Não podemos deixar que governem o Brasil sem ter uma ideia, uma proposta e com um leque de ódio e discriminação”, enfatizou. 

Também participará do ato em apoio a Haddad, a vice-governadora Lígia Feliciano (PDT), o deputado federal Damião Feliciano (PDT), os deputados estaduais Anísio Maia (PT), Jeová Campos (PSB), Frei Anastácio (PT) e Gervásio Maia (PSB), os vereadores Marcos Henriques (PT) e Sandra Marrocos (PSB), além de lideranças políticas da região Metropolitana de João Pessoa.

PB Agora

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Vené confirma articulação com o PTB para a disputa pela PMJP

O senador Veneziano Vital do Rêgo, do PSB, revelou em entrevista à uma emissora de rádio de João Pessoa seu apoio ao pré-candidato à Prefeitura de João Pessoa, o deputado…

Visando as eleições em JP, Manoel Jr. revela diálogo avançado com Ruy

O presidente estadual do Solidariedade, Manoel Júnior, que é vice-prefeito de João Pessoa, voltou a não dar garantia da candidatura do vereador João Almeida para a Prefeitura Municipal de João…