A Paraíba o tempo todo  |

Com CG à beira do colapso, Bruno anuncia novo decreto com medidas mais duras

Em entrevista, na manhã desta segunda-feira, 31, o prefeito Bruno Cunha Lima anunciou que haverá a publicação de um novo decreto, com medidas mais restritivas, para o enfrentamento da crise sanitária em Campina Grande. Preocupado com a evolução dos números e o forte impacto no sistema de saúde, Bruno diz ser inadmissível a negligência ou indiferença de muitas pessoas no cumprimento das medidas coletivas de proteção à saúde.

De acordo com Bruno, é preciso punir quem não coopera com as ações de saúde implantadas no município. “Assim faremos. Não cogitamos fechar radicalmente o comércio, mas é preciso coibir abusos e punir os que não cooperam com a saúde pública num momento de tanta gravidade”, destacou.

Outra importante ação será o lançamento de um aplicativo de denúncias, dando oportunidade para que os cidadãos conscientes possam relatar casos de abusos ou de desobediência às medidas. Além disso, o prefeito disse esperar que cada campinense redobre seus esforços de higiene para ajudar no combate à pandemia, como o uso de máscaras e de álcool em gel. Também devem ser evitadas as aglomerações.

Sobre a situação dos hospitais da cidade, o prefeito Bruno alertou que a situação é preocupante: a rede hospitalar já tem registrado uma alta ocupação dos leitos superior a 90%, tanto nos leitos de enfermaria quanto de UTI.

 

Da Redação com Assessoria

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      12
      Compartilhe