Plenário rejeita votação fatiada e inicia análise de mérito da reforma da Previdência

Foi aprovado em 1º turno na Câmara Federal o texto base para a reforma da Previdência apresentada pelo governo Bolsonaro ao Congresso Nacional. A PEC foi aprovada pela maioria de 379 votos favoráveis e 131 contrários à proposta.

Dos 12 parlamentares paraibanos, apenas Dr Damião (PDT), Frei Anastácio (PT), Gervásio Maia (PSB) e Hugo Mota votaram contra o texto. A PEC aprovada contou os votos favoráveis de 8 paraibanos: Aguinaldo Ribeiro, Edna Henrique, Efraim Filho, Julian Lemos, Pedro Cunha Lima, Ruy Carneiro, Wellington Roberto e Wilson Santiago.

Depois de cinco horas de sessão, o plenário da Câmara dos Deputados começou a discutir o texto principal da reforma da Previdência. Por volta das 17h, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) abriu as discussões para a votação do texto do relator Samuel Moreira (PSDB-SP).

A votação pelo modo eletrônico teve início já perto das 21h. Logo após a votação, a maioria dos deputados ainda rejeitaram um destaque apresentado com o intuito de retirar a categoria dos professores das novas regras.

PB Agora

 

Total
5
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: faltou calma a Sikêra Júnior lidar com o revés, embora a fúria seja ato humano compreensível

Precursor da Sociedade Brasileira de Eubiose, cujo conhecimento humano está centrado na Filosofia, Religião e Ciência, o soteropolitano Henrique José de Souza, falecido em 1963, seguia uma máxima criada por…

Crônica de domingo: “PB, a terra com mais candidatos que eleitores e outras peculiaridades”

A Paraíba é um estado peculiar. Dizem os mais antigos que, em época de eleições, temos mais candidatos que eleitores. E nesses dias de busca do poder pelo poder, a…