Por pbagora.com.br
Igreja Matriz de Nossa Senhora da Glória, no Largo do Machado volta a celebrar missas com presença de fiéis

Em sessão ordinária realizada nesta quinta-feira (04), a Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), aprovou um projeto de lei que classifica as igrejas e templos de qualquer culto religioso como atividade essencial na capital paraibana. O requerimento é de autoria do vereador Carlão Pelo Bem (Patriotas) e contou apenas um voto contrário.

Com a lei, agora templos religiosos podem abrir, mesmo diante dos decretos que restringem as atividades.

O projeto de lei será encaminhado para o Executivo Municipal e depende da sanção do prefeito Cícero Lucena (PP) para entrar em vigor.

Na sessão, também foi aprovado uma emenda do vereador bispo José Luiz (Republicanos) estabelecendo o limite de 30% de capacidade para funcionamento dos templos religiosos.

OUTRA LEI

Na mesma sessão também foi aprovado o projeto de lei que torna a prática de exercícios uma atividade essencial.

 

PB Agora

 

Notícias relacionadas

Criação do Consórcio Metropolitano da Grande JP é aprovado em comissão da CMJP

Os membros da Comissão de Constituição, Justiça, Redação e Legislação Participativa (CCJ), da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), aprovaram parecer favorável à criação do Consórcio Intermunicipal da Região Metropolitana…

Por aglomeração na fila da vacina em JP, vereador protocola denúncia no MPPB

O vereador de João Pessoa, Marcos Henriques (PT), protocolou nesta terça-feira (13) uma denúncia contra a Prefeitura Municipal de João Pessoa por conta da grande aglomeração ocorrida hoje no Espaço…