Entre as matérias aprovadas está a medida Provisória que dispõe sobre o
reajuste salarial dos servidores municipais da Superintendência Executiva
de Mobilidade Urbana (Semob) e da Autarquia Especial Municipal de Limpeza
Urbana (Emlur).*

 

A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), na ordem do dia da sessão
ordinária desta quinta-feira (24), apreciou 43 matérias: 30 Projetos de Lei
(PL), 10 Projetos de Decretos Legislativos (PDL), duas emendas a Lei
Orgânica Municipal (LOM) e uma Medida Provisória (MP). Apenas um PL recebeu
pedido de vistas, as outras matérias foram aprovadas e seguem para sanção
do prefeito, Luciano Cartaxo (PT).

 

Na MP aprovada, o Executivo Municipal dispõe sobre o reajuste salarial dos
servidores municipais da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana
(Semob) e da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur). As
emendas a LOM aprovadas são de autoria do vereador Bruno Farias (PPS): uma
acrescenta o parágrafo sétimo ao artigo 221 da LOM, que assegura a licença
maternidade de 180 dias para as servidoras municipais que adotarem crianças
deficientes; a outra altera o parágrafo sexto da LOM e amplia a licença
maternidade a todas as servidoras municipais, sejam efetivas ou com outro
vínculo, pelo prazo de 180 dias.

 

Dos PLs aprovados, um suscitou debates entre os parlamentares, o que altera
o inciso I do artigo 6º da Lei Orçamentária nº 12.458, de 21 de janeiro de
2013. De acordo com o documento, a alteração proposta tem como objetivo
primordial a adequação da Lei Orçamentária Anual (LOA) à nova realidade da
Administração Pública Municipal, a qual deverá ser conseguida com a
ampliação em mais 20% do limite autorizativo para abertura de créditos
suplementares. O PL foi aprovado por 18 votos a favor e três votos
contrários dos vereadores da bancada de oposição, Renato Martins e Zezinho
Botafogo, ambos do PSB, e Lucas de Brito (DEM).

Segundo Benilton Lucena (PT) há necessidade desse aumento de investimentos
devido aos projetos que o Prefeitura está realizando.“Estamos em um ano em
que o Governo apresenta projetos diferentes daqueles que foram aprovados na
gestão anterior.” destacou Benilton.

 

Para Renato, a aprovação da medida “ataca frontalmente a autonomia dos
poderes”. O vereador ainda afirmou que a ampliação dos créditos refletia a
falta de sintonia do Poder Executivo com o Legislativo. “Autorizar o
prefeito a fazer essa suplementação é diminuir o papel da democracia de
nossa cidade”, arrematou o parlamentar em seu voto contrário.

 

O vereador Dinho (PR) destacou que, se a Prefeitura está investindo mais, é
necessária a suplementação. “Estamos em um novo Governo, que está gastando
mais na educação e na saúde. Por isso, é necessário aumentar o limite,
porque é mais dinheiro para a saúde, mais exames, mais procedimentos, mais
cirurgias. É um aumento justo”, destacou Dinho.

 

O Executivo Municipal ainda obteve aprovação para um PL que autoriza
abertura de crédito especial na Secretaria Municipal de Educação, no valor
de R$ 320.000.

 

*Projetos de iniciativa dos parlamentares*

 

Os destaques entre os PLs de autoria dos vereadores foram os seguintes: um
que dispõe sobre a instalação de câmeras e alarmes monitorados (botão de
pânico) nas escolas municipais ligados ao Centro de Operações da Polícia
Militar, de iniciativa do vereador Benilton Lucena (PT); outro que segue na
mesma linha do anterior, de autoria do vereador Sérgio da SAC (PSL), que
cria uma linha telefônica direta entre a Patrulha Escolar e a Guarda
Municipal (GM) com as escolas do município; mais um, de iniciativa do
vereador Lucas de Brito (DEM), que dispõe sobre a obrigatoriedade das casas
noturnas instalarem equipamentos com sensor de metais; outro que assegura o
direito às pessoas com deficiência visual, com residência fixa em João
Pessoa, a receberem, sem custo adicional, as contas de água, energia
elétrica e telefonia acompanhadas de demonstrativos de consumo em braile,
de autoria do vereador Helton Renê (PP); e mais um que dispõe sobre a
qualificação dos profissionais da área do turismo da Capital.

 

Ainda dentre dos PLs de autoria dos parlamentares, um que dispõe sobre a
instalação e manutenção de sanitários e bebedouros de uso público em
repartições públicas e municipais e em estabelecimentos comerciais, de
autoria do vereador Lucas de Brito (DEM), recebeu pedido de vistas do
vereador João Almeida (SDD), que pretende avaliar melhor o projeto.

 

*Decretos Legislativos*

 

Os decretos legislativos aprovados homenageiam com comendas, títulos e
medalha personalidades que contribuíram para o engrandecimento da cidade,
entre as quais estão os seguintes desembargadores: Maria das Neves de
Araújo, Duda Ferreira, Maria de Fátima Moraes Bezerra Cavalcanti, João
Alves da Silva, José Ricardo Porto e José Aurélio da Cruz. Ainda receberão
homenagens a professora Maria de Fátima de Sousa, o doutor Aldenor Medeiros
Batista, o tenente-coronel José Rodrigues de Souza Neto, o músico Carlos
Antônio Bezerra da Silva (Totonho) e o advogado Fábio Brito Ferreira.


Ascom

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

2020: Ana Cláudia diz que CG precisa ouvir povo para formular projeto coletivo

A secretária de Articulação Municipal do Governo do Estado, Ana Cláudia Vital do Rêgo (Podemos), um dos nomes citados do grupo da oposição para as eleições municipais de 2020, se…

Saiba quem é a deputada campeã na concessão de honrarias na ALPB

Apesar de ser um dos direitos constitucionais de cada parlamentar estadual integrante da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) o elevado número de concessões de títulos e honrarias, vem preocupando os…