Por pbagora.com.br

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Cláudio Lima, neste domingo (30), emitiu uma carta pública onde avalia a sua gestão à frente da pasta durante os últimos oito anos, pede desculpas por algum erro que possa ter cometido, agradece a confiança depositada pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) e pede apoio ao seu substituto, o coronel Jean Francisco Bezerra Nunes.

Leia na íntegra: 

Muito obrigado.

A todos os Policiais Militares, Policiais Civis, Bombeiros Militares, servidores administrativos e demais companheiros e colaboradores com os quais, nesses oito anos, ombreamos a nobre missão de servir a população da nossa Paraíba dentro das atribuição  de segurança pública e defesa social. 

Foram oito anos de muito trabalho, dedicação e de muita interação, colaboração e vontade de ver uma Paraíba melhor, com mais integração profissional, união e energia direcionada para a construção de uma cultura de paz.

Enfim, sonhamos  e começamos a implantação do programa PARAÍBA UNIDA PELA PAZ (hoje Lei 11.049/17).

Dessa forma e com a devida vênia, primeiramente, peço compreensão pelos desacertos e por tudo aquilo que não foi atendido e os anseios então esperados. Em segundo  lugar, externar a mais completa gratidão ao nosso eterno Governador Ricardo Coutinho e a todos os que integram essa marca do Programa Paraíba Unida Pela Paz.

Por último, o pedido de apoio de todos, com esperança e confiança, ao nosso governador eleito João Azevedo, ao companheiro Secretário JEAN e aos demais companheiros gestores e, ainda, o mais sublime pedido: a continuidade do sonho que o batizamos com o entusiasmo de PARAÍBA UNIDA PELA PAZ.

 

Muito obrigado a todos, um feliz ano novo.

 

Cláudio Lima

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Notícias relacionadas

“Está com as mãos sujas de sangue”, diz petista ao culpar Bolsonaro por mortos na pandemia

Ao fazer uma análise sobre os números alastrantes de mortes por Covid-19, no Brasil o vereador pessoense Marcos Henriques (PT), tem um culpado e esse se chama o presidente da…

Opinião: o clã Cunha Lima está ameaçado e Pedro pode ser a pedra no sapato do grupo

A verdade é crua. Talvez possa ser amenizada com toques de sal. Desidratar é a palavra chave. E se formos ao Egito antigo, uma dinastia passava aos seus posteriores a…