Revelação foi feita pelo vereador Léo Bezerra

Mais bem votado nas últimas eleições municipais, o vereador Léo Bezerra, atualmente filiado ao PSB – mas que já avisou que trocará de partido assim que a janela partidária for aberta – colocou essa semana seu nome à disposição como uma das opções de seu agrupamento político para disputar a prefeitura de João Pessoa, nas eleições de outubro desse ano.

Além do próprio nome, Bezerra citou ainda o nome de outros quatro correligionários que assim como ele, se colocam como soldados do grupo, prontos para o desafio, são eles: os secretários Hervázio Bezerra, Tibério Limeira e Deusdete Queiroga e ainda o vereador Zezinho do Botafogo.

“Os nomes que temos e aí podem ser apresentados. Temos Tibério Limeira, Hervázio Bezerra, Deusdete Queiroga, Bruno Farias e meu nome também à disposição do governador. Sou um soldado do meu agrupamento político e cabe ao governador e o agrupamento decidir”, ressaltou.

Já no tocante à sintonia com a gestão João, diferentemente do relacionamento que têm com a gestão municipal, em João Pessoa, Bezerra fez questão de destacar a abertura que todo seu grupo de oposição tem junto ao executivo estadual.

“Todos os vereadores da bancada de oposição têm uma abertura muito forte com o Governo João. Eu confesso a você que não sinto falta desse diálogo, converso com todos, nas inaugurações, quando procuro, converso com Ronaldo Guerra, com Nonato Bandeira, com todos eles. Eu particularmente não tenho problema nenhum, eu com vereador novato não tenho problema algum e falopela minha bancada, pela bancada que eu estou integrando hoje, que é um bloco formado por mim, pelo vereador Bruno e pelo vereador Zezinho. Nós não temos problema algum em diálogo como Governo do Estado e aí vamos conversar muito”, ressaltou.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

‘Povo choraria por bomba no Congresso?’, pergunta Eduardo Bolsonaro

deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) questionou neta quarta-feira, 26, se alguém “choraria” se caísse uma bomba de hidrogênio no Congresso. O comentário foi feito no Twitter, em resposta a uma publicação…

Prefeito é denunciado por suposta cobrança de propina a empresa licitada

O processo penal teve origem a partir de notícia-crime protocolizada em novembro de 2018, no Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) Pela suposta prática do crime…