A tese de saída do governador João Azevêdo (PSB) do partido, em decorrência do impasse envolvendo o PSB paraibano foi eliminada pela deputada estadual Cida Ramos (PSB). Para ela, que integra a membro da executiva estadual do partido, o PSB nacional sabe do valor de João Azevêdo para a sigla.

“Qual o sentido de João sair do partido? Por divergências pontuais? João não vai sair da legenda, ele foi eleito pelo PSB, que é a única força que sempre teve e tem projeto claro para Paraíba. João Azevedo, assim como Ricardo Coutinho têm muitas contribuições a dar”, opinou Cida.

A socialista também recriminou as declarações do presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino (PSB), que previu uma espécie de “implosão” no partido por conta da dissolução do diretório.

“Não existe implosão. Essa visão seria catastrófica. A saída de alguém de um partido é uma questão de foro íntimo, mas é preciso pensar como a Paraíba se coloca no cenário do Nordeste e do Brasil, como o Estado está numa situação confortável em relação à crise do país. Quem disser que está saindo por questões internas que todo partido enfrenta, está totalmente equivocado e não centrado nas grandes questões”, emendou.

 

Redação

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Advogados paraibanos comentam decisão do STF sobre prisão em 2ª instância que beneficiou o ex-presidente Lula

A decisão de 6X5 do Supremo Tribunal Federal (STF) que possibilitou a liberdade do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva na última sexta-feira (08), foi comentada por alguns advogados paraibanos…

“A grandeza é separar a gestão da política”, destaca Lígia em CG

A vice-governadora da Paraíba, Lígia Feliciano (PDT), participou, nesta segunda-feira (11) da solenidade de entrega de Casas do Complexo Habitacional Aluísio Campos, em Campina Grande e fez questão de parabenizar…