A Paraíba o tempo todo  |

Cícero Lucena pede o engajamento no abaixo-assinado da campanha SOS Seca

 Ao abordar mais uma vez a urgente necessidade de maior atenção do governo
federal para com a pior seca no Nordeste nos últimos 40 anos, o senador
Cícero Lucena (PSDB-PB), registrou o lançamento da campanha SOS Seca
Paraíba e conclamou a sociedade brasileira a participar do abaixo-assinado
eletrônico disponível no site da Assembleia Legislativa da Paraíba, que
pede ações urgentes para os nordestinos afetados com estiagem prolongada.

 

No seu discurso, Cícero disse que somente na Paraíba estão em estado de
emergência 198 dos 223 municípios do estado. Em todo o Nordeste, são 1.046
municípios nesta situação.

 

De acordo com o parlamentar, 20 milhões de nordestinos foram atingidos pela
estiagem, o que alcança 91% da população da região. Para Cícero Lucena,
trata-se de uma tragédia ambiental, pois, somente na Paraíba, 40% do
rebanho foram perdidos.

 

O senador pediu um auxílio “mais presente, atuante, emergencial, sensível e
humano” do governo federal. Ele disse ser incompreensível que a população e
os rebanhos passem sede em um país que sonha em ser uma grande potência
mundial e que vai sediar a Copa do Mundo e as Olimpíadas. Criticou que
estádios de futebol estejam recebendo maciços investimentos enquanto as
obras da transposição do rio São Francisco estão abandonadas.

 

Cícero Lucena pediu uma política de crédito específica para semiárido.
Afirmou que os agricultores não conseguem empréstimos junto aos bancos
oficiais devido à grande burocracia e à inadimplência ocasionada por
sucessivas secas. Segundo o senador, muitos produtores estão prestes a
perder suas propriedades.

 

O parlamentar conclamou a população a participar do abaixo-assinado lançado
pela Assembleia Legislativa da Paraíba, pedindo mais atenção para o estado,
e se associou ao pleito do senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), para que a
presidente da República decrete situação de emergência no Nordeste, em
função da estiagem.

 

AScom

 

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe