O líder do governo na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), deputado Hervázio Bezerra (PSB), foi para o embate político nesta quarta-feira (20), após a Justiça determinar a volta do racionamento de água em Campina Grande.

Hervázio não culpou diretamente a decisão do magistrado que autorizou a imediata volta do racionamento, mas centrou seu discurso no senador Cássio Cunha Lima e no prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, ambos do PSDB.

Hervázio disse que essa questão é política e que o Governo vai respeitar, mas também vai recorrer. O líder lembrou que não só Campina sofre com o racionamento, mas outras 18 cidades do compartimento da Borborema.

“Tecnicamente não há arguemento sólido que possa sustentar dois minutos de debate. A decisão é eminentemente política, capitaneada pelo senador Cássio Cunha Lima e pelo prefeito Romero Rodrigues”, disparou.

Em tempo

A declaração de Hervázio provocou reações. Romero desafiou renunciar ao mandato de prefeito caso alguém provasse que ele teria procurado membros da justiça para modificar alguma decisão judicial.

– Eu desafio, eu renuncio o meu mandato de prefeito de Campina Grande se alguém provar que eu procurei algum segmento da Justiça, ou estadual ou federal, no sentido de tratar especificamente essa questão do racionamento – disse.

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB), também entrou na discusão, e declarou que o deputado socialista deveria ter respeito pela Justiça e classificou a afirmação como “mais uma tolice”.

– É uma pena você ver a politização de uma matéria tão importante como essa. É um desrespeito ao Poder Judiciário e a politização de um termo técnico – disse o senador, em entrevista nesta quarta-feira (20).
 

 



Redação

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidente nacional do Podemos desmente mudanças no comando do partido na Paraíba

Em entrevista à imprensa paraibana, a Presidente nacional do Podemos, deputada federal Renata Abreu, desmentiu a especulação feita por um portal de que existiria alguma possibilidade de mudança no comando…

Suplente de deputado do PT é cotado para assumir secretaria do OD

O suplente de deputado estadual Anísio Maia (PT) pode assumir a secretaria do Orçamento Democrático no lugar do atual gestor Célio Alves. A informação vem sendo divulgada por alguns veículos…