A Paraíba o tempo todo  |

CCJ da ALPB rejeita texto que torna igrejas como atividade essencial na Paraíba

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Na manhã desta sexta-feira (05), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) rejeitou o projeto de Lei de autoria do deputado Jutay Meneses (Republicanos), que classifica as igrejas e templos de qualquer culto religioso como atividade essencial no Estado.

Por conta da decisão da CCJ o texto não vai a plenário para ser apreciado pela Casa Epitácio Pessoa.

A justificativa é que sobretudo neste momento de alta de casos da covid-19 na Paraíba, as pessoas não devem promover aglomerações para evitar a contaminação pela doença.

A decisão da comissão da ALPB diverge da feita pela Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), que aprovou durante sessão ordinária nessa quinta-feira (4), um PL que classifica as atividades religiosas como essencial.

Na capital porém a medida ainda precisa da sanção do prefeito Cícero Lucena.

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe