Por pbagora.com.br

Confirmando as projeções feitas por vereador Hervázio Bezerra (PSDB) recentemente, de que não seria fácil agregar todo o PSDB em torno do nome de Ricardo Coutinho, o ex-governador Cássio Cunha Lima admitiu em entrevista na tarde desta quinta-feira (15) que será mesmo complicado que o partido caminhe unificado para as eleições de outubro.

Mesmo acreditando na vitória da aliança com Ricardo, o ex-governador já não deixa de considerar que os tucanos adeptos da candidatura de Cícero Lucena irão se configurar como dissidentes nas próximas eleições. De todo modo, considerando o pleito de outubro como atípico, o Cunha Lima garantiu que não haverá qualquer tipo de perseguição com os que estão optando por seguir Cícero durante o processo eleitoral.

Cássio negou que já tenha tido qualquer tipo de conversa com o senador Cícero Lucena sobre tal assunto e afirmou que não sabe qual será a postura do senador caso desista de ser candidato ao governo estadual e a disputa fique polarizada entre Ricardo e Maranhão.

 

PB Agora
 

Notícias relacionadas

Pesquisador paraibano analisa efeito do fim das coligações proporcionais que deve extinguir partidos pequenos

As eleições municipais do ano passado marcaram o fim das coligações entre partidos para a escolha dos vereadores. A medida, estabelecida pela emenda constitucional 97/2017, enfraqueceu e até representar o…