Por pbagora.com.br

 Vivendo um dilema na política, visto, ao que tudo indica, pretende disputar as eleições este ano, mas ainda não sabe se judicialmente terá condições de ser candidato, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), deu uma nova demonstração de que está sonhando com o Palácio da Redenção.

Após mais uma reunião da cúpula tucana realizada nesta terça-feira (11) Cássio revelou que apenas a executiva nacional do PSDB tem poderes para homologar as alianças. Uma das deliberações tomadas na reunião foi a aprovação de uma resolução que concede poderes à direção nacional para decidir sobre alianças estaduais.

 

Através de informações postadas nas redes sociais, Cássio Cunha Lima confirmou que apenas a cúpula tucana poderá decidir se aliança entre o PSDB e PSB na Paraíba, será mantida ou se haverá racha.

– Reunião da Executiva Nacional do PSDB. Aprovada a resolução que delega poderes a direção nacional para homologação de alianças estaduais – postou o senador.

Esta foi a segunda reunião dos tucanos em menos de um mês para debater entre outros pontos, as eleições estaduais deste ano. Recentemente os senadores Cássio Cunha Lima, Cícero Lucena, o deputado Manoel Junior, se reuniram em João Pessoa para analisar o quadro político e definir estratégias para 2014. O conteúdo da reunião não foi divulgado.

 

RACHA – A manutenção da aliança entre PSDB e PSB celebrada em 2010, parece estar cada vez mais difícil e um rompimento inevitável. Em recente postagem no seu twitter, Cássio deixou claro que as relações entre tucanos e socialistas estão cada vez mais estremecidas.

 

O tucano esautorizou Ricardo a fazer críticas ao deputado e presidente estadual do PSDB, o deputado Ruy Carneiro.

O senador saiu em defesa do deputado federal Ruy Carneiro, presidente do PSDB no Estado, que foi alvo de restrições – como interlocutor da legenda – por parte do governador Ricardo Coutinho (PSB) nesta segunda-feira.

– Ruy Carneiro fala e zela pelo PSDB – bradou Cássio, agravando a crise na aliança entre os dois partidos.

 

Na última segunda-feira, o governador Ricardo Coutinho, comentou as últimas notas expedidas pelo presidente estadual do PSDB, na Paraíba, deputado federal, Ruy Carneiro, na qual rebate as críticas feitas a Cássio Cunha Lima pelo deputado estadual, Tião Gomes (PSL) e tratou como falta de respeito e arrogância, o ultimato dado pelo PSB, sobre a definição do apoio à reeleição do governador. Para Ricardo, a opinião de Ruy não representa a do senador.
“Se for perguntar se a opinião do deputado Ruy Carneiro, que há três anos fala tantas coisas que não são escritas significaria a opinião do senado, tem que fazer a pergunta ao senador e eu sou levado a acredita que não”, disse.

 

PBAgora

Notícias relacionadas

Em 20 dias de mandato, Léo Gadelha já apresentou 16 proposituras na Câmara

O deputado federal Leonardo Gadelha, do PSC, tomou posse no mandato na Câmara em 31 de março  e em apenas 20 dias de mandato já protocolou 16 propostas legislativas. A…

Condenações de Lula anuladas: “Decisões jurídicas devem ser respeitadas”, diz tucano da PB

Opositores e aliados de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) repercutiram o recente julgamento no STF (Supremo Tribunal Federal) que confirmou, por 8 votos a 3, a anulação de todas…