Por pbagora.com.br

Enquanto o presidente do PV na Paraíba e atual prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo sinaliza que está aberto ao diálogo com o PSB do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), o partido girassol, até agora, tem ignorado os acenos  e sequer dá pistas sobre a possibilidade de uma união ou não com a sigla com vistas as eleições municipais de novembro desse ano.

“É isso que estamos fazendo com todos os partidos e com o PSB não podemos ser diferentes”, declarou Cartaxo sobre a tese de aproximação. Ricardo, por sua vez, nem dá declarações sobre o tema nas redes sociais, tampouco concede entrevista à imprensa.

A expectativa é que uma sinalização seja dada apenas após quinta-feira (27), após o julgamento por parte do Tribunal Superior Eleitoral de duas Ações de Investigação da Justiça Eleitoral (Aijes) que pedem a inelegibilidade do ex-governador Ricardo Coutinho.

As ações – do Empreender e da PBPrev contém denuncias sobre suposto abuso de poder político e econômico praticados pelo socialista nas eleições de 2014.

A Procuradoria Geral Eleitoral, em relação as Aijes do Empreender e da PBPrev, emitiu pareceres pela inelegibilidade de Ricardo Coutinho.

Nos bastidores, o nome da ex-secretária Amanda Rodrigues (PSB) é o que vem sendo cogitado como opção do PSB.  Especulações apontam, inclusive, que a socialista pode fazer uma composição com o professora Edilma Freire (PV) na corrida sucessória, ocupando a vice.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

O Globo diz que Lula foi quem mandou detonar candidatura de Anísio, em JP

De acordo com o jornal O Globo, partiu do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a orientação à direção nacional do Partido dos Trabalhadores para que detonasse a candidatura a…

“Vou solicitar que ele esteja conosco”, diz Eduardo Carneiro sobre apoio de Mourão a Cícero

Após o deputado estadual Eduardo Carneiro (PRTB) desistir da sua postulação a prefeitura da capital e te apoiado o nome do ex-senador Cícero Lucena (PP) a prefeitura da capital, o…