Por pbagora.com.br
 
 

O carro de Wellington de Freitas Rêgo, conhecido por “Tiãozinho”, que é irmão do prefeito de Queimadas, foi alvejado a tiros, na noite de ontem, quarta-feira (11), enquanto a vítima e alguns amigos fiscalizavam uma situação de possível compra de votos, realizada pela oposição, no sítio Malhada Grande, zona rural de Queimadas/PB.

O crime aconteceu por volta das 22h30, quando uma caravana da oposição “visitava” o sítio e alguns deles saíram dos carros atirando e danificando com pedradas os dois veículos em que estavam as vitimas, que fiscalizavam a ação com intuito de inibir a compra de votos.

Por sorte ninguém ficou ferido, mas o sentimento de indignação e terror fica evidente neste ato de intolerância e ataque antidemocrático.

A polícia foi acionada e investiga o caso. Veja vídeo:

 

https://www.instagram.com/p/CHezJlfA1oj/?igshid=fw0nj6u7r4j8

 

 

 
 
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

TRE/PB cogita suspender diplomação presencial de eleitos por conta da Covid

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, Joás de Brito, garantiu, durante entrevista nesta quarta-feira (02), que os juízes eleitorais distribuídos pelo estado terão a liberdade de decidir se…

Opinião: brio abalado da oposição impõe alerta à aliança vitoriosa formada entre João, os Ribeiro e Cícero

Um novo tempo chegou. Os governos estadual e da Capital são outros. Restou às velhas oposições na Paraíba lideradas de um lado pelo ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) e do outro…