Atenções voltadas para a Transposição do Rio São Francisco, sobretudo com relação ás águas que passam pela Paraíba. Esse é um dos focos do candidato ao Senado pelo PSOL, o professor Nivaldo Mangueira. 

Segundo o docente, ele tem experiência necessária para dar anddamento na fiscalização.

“Quero ser senador para, como engenheiro e pesquisador das questões naturais da Paraíba, estarei vigilante sobre isso daí e não ficar como os atuais senadores e a bancada paraibana que não tem o conhecimento sobre essas ações e são os assessores deles que vão buscar essas informações”, declarou.

Nivaldo também criticou as verbas gastas nos atuais projetos, avaliando que o dinheiro empregado seria o suficiente para, segundo ele, fazer, desfazer e refazer as construções.

“Por isso a população do Sertão, do Agreste, da Borborema está aguardando essas águas e a gente nota pela incompetência desse povo que está lá em Brasília e talvez isso demore muitas. Atualmente, são as mesmas famílias que a mais de cinquenta anos estão se perpetuando sobre o poder econômico e político da Paraíba”, arrematou.  

As declarações do candidato foram veiculadas, durante entrevista, nesta quarta-feira (19), ao programa Arapuan Verdade.

 

PB Agora

 

 

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Meta é trabalhar: João diz que ainda não pensou em um possível segundo mandato: “Não é minha meta agora”

Ainda é muito cedo para que o governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB) possa pensar em uma possível reeleição. Marinheiro de primeira viagem, o gestor exerce o seu primeiro mandato…

João realiza visitas técnicas e anuncia investimentos em Alhandra

O governador João Azevêdo realizou, neste sábado (19), visitas técnicas às obras de construção de uma unidade escolar e do Centro de Distribuição do Magazine Luiza, no município de Alhandra.…