Candidato a vice-presidente pela chapa do PSL encabeçada pro Jair Bolsonaro, o general da reserva Hamilton Mourão tem cada vez mais ganhado protagonismo na corrida presidencial. Um dia após Bolsonaro desautorizar as declarações de Mourão como a defesa de um possível “autogolpe”, o general da reserva minimizou o episódio." data-reactid="22" type="text">Candidato a vice-presidente pela chapa do PSL encabeçada pro Jair Bolsonaro, o general da reserva Hamilton Mourão tem cada vez mais ganhado protagonismo na corrida presidencial. Um dia após Bolsonaro desautorizar as declarações de Mourão como a defesa de um possível “autogolpe”, o general da reserva minimizou o episódio.

Mourão afirma que Bolsonaro “caiu em uma emboscada”, porque quando ele se referiu ao ‘autogolpe’ em uma entrevista a GloboNews,  o cabeça da chapa estava hospitalizado e não acompanhou direito a repercussão. " data-reactid="23" type="text">Mourão afirma que Bolsonaro “caiu em uma emboscada”, porque quando ele se referiu ao ‘autogolpe’ em uma entrevista a GloboNews,  o cabeça da chapa estava hospitalizado e não acompanhou direito a repercussão.

Questionado pela jornalista Andréa Sadi sobre o fato de sua declaração ter sido amplamente compartilhada entre os apoiadores de Bolsonaro na época, Mourão disse que não defende um autogolpe, mas admitiu que é um crítico da Constituição." data-reactid="24" type="text">Questionado pela jornalista Andréa Sadi sobre o fato de sua declaração ter sido amplamente compartilhada entre os apoiadores de Bolsonaro na época, Mourão disse que não defende um autogolpe, mas admitiu que é um crítico da Constituição.

“A nossa abrange muita coisa. Defendo uma de princípios e valores, mas é minha opinião pessoal, tenho minha personalidade. E já fiz mea culpa das minhas escorregadas. Não sou político, aí eu falo o que penso”, afirmou em entrevista a jornalista a GloboNews e do G1. " data-reactid="26" type="text">“A nossa abrange muita coisa. Defendo uma de princípios e valores, mas é minha opinião pessoal, tenho minha personalidade. E já fiz mea culpa das minhas escorregadas. Não sou político, aí eu falo o que penso”, afirmou em entrevista a jornalista a GloboNews e do G1.

Bolsonaro, por sua vez, reafirmou que pretende respeitar a Constituição caso venha a ser eleito presidente. “Falei para ele proceder com sua visão. Tenho minhas críticas. Agora, o presidente, como ele disse, é ele. Só não sou um vice anencéfalo. Tenho minhas opiniões”, disse Mourão." data-reactid="27" type="text">Bolsonaro, por sua vez, reafirmou que pretende respeitar a Constituição caso venha a ser eleito presidente. “Falei para ele proceder com sua visão. Tenho minhas críticas. Agora, o presidente, como ele disse, é ele. Só não sou um vice anencéfalo. Tenho minhas opiniões”, disse Mourão.

Mourão também minimizou o fato de Bolsonaro ter errado seu nome duas vezes em entrevista ao Jornal Nacional. “Foi um ato falho. Mas falei para ele: ‘Vê se acerta nossos nomes! Eu sou o Hamilton, o Heleno é o Augusto”, contemporizou." data-reactid="28" type="text">Mourão também minimizou o fato de Bolsonaro ter errado seu nome duas vezes em entrevista ao Jornal Nacional. “Foi um ato falho. Mas falei para ele: ‘Vê se acerta nossos nomes! Eu sou o Hamilton, o Heleno é o Augusto”, contemporizou.

Por fim, o general da reserva disse que confia na vitória no segundo turno, mas colocou novamente em dúvida o processo eleitoral já que “tirando a teoria da conspiração de fraude, não tem como a gente não ganhar”, afirmou. " data-reactid="29" type="text">Por fim, o general da reserva disse que confia na vitória no segundo turno, mas colocou novamente em dúvida o processo eleitoral já que “tirando a teoria da conspiração de fraude, não tem como a gente não ganhar”, afirmou.

Por fim, o general da reserva disse que confia na vitória no segundo turno, mas colocou novamente em dúvida o processo eleitoral já que “tirando a teoria da conspiração de fraude, não tem como a gente não ganhar”, afirmou. " data-reactid="29" type="text">Clique aqui e confira o conteúdo na íntegra

Por fim, o general da reserva disse que confia na vitória no segundo turno, mas colocou novamente em dúvida o processo eleitoral já que “tirando a teoria da conspiração de fraude, não tem como a gente não ganhar”, afirmou. " data-reactid="29" type="text">Yahoo

 

Foto: Fepesil/Futurapress

 

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Genival Matias reúne prefeitos de sua base em encontro com Veneziano

Na sede do partido Avante em João Pessoa, o vice-presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, deputado Genival Matias, reuniu prefeitos de sua base aliada em um encontro com o Senador…

Análise: clã Cunha Lima inicia “ensaio” para voltar ao Governo da PB com Pedro

O protagonismo político do clã Cunha Lima na Paraíba foi, de certa forma, sepultado com a amarga derrota do ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB) que, no pleito de 2018, em…