Por pbagora.com.br

O presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), suspendeu hoje (28) todos os trabalhos da Casa por causa da morte, neste fim de semana, do deputado Alberto Silva (PMDB-PI). O parlamentar morreu de insuficiência cardíaca aos 90 anos de idade.

Entre as atividades legislativas previstas estava uma sessão extraordinária em homenagem aos 53 anos da Petrobras.

 

O corpo do peemedebista já está sendo velado, no Salão Negro, do Congresso Nacional, com a presença de parentes e parlamentares do Estado, como o primeiro-secretário Heráclito Fortes (DEM-PI).

Alberto Silva também ocupou uma das três vagas que o Piauí tem direito no Senado. Na legislatura de 2003-2004, o peemedebista ocupou o cargo de segundo-secretário da Casa. Também atuou em diversas comissões permanentes como a de Assuntos Econômicos; Constituição e Justiça; Infraestrutura. Em função disso, o Senado também deverá suspender as atividades de hoje. O presidente da Casa, José Sarney, destacou na chegada ao Congresso a participação de Alberto Silva em vários programas do governo.

O deputado fez carreira política na União Democrática Nacional (UDN), Aliança Renovadora Nacional (Arena); Partido Popular (PP); e Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB).
 

 

Folha

Notícias relacionadas

Medeiros alerta para propagação da covid no interior: “Ninguém usa máscara”

A iminência de uma terceira onda de casos de Covid-19 na Paraíba tem se tornado cada dia mais possível, sobretudo por conta da mudança comportamental da população do interior do…

Ruy se mostra contra aumento de 69% do salário de servidores federais

“Quero falar sobre um assunto que deixa a todos nós indignados”, assim o deputado federal Ruy Carneiro, iniciou um debate acerca da portaria que autoriza uma parcela de servidores federais…